Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

08 Novembro de 2019 | 17h26 - Actualizado em 08 Novembro de 2019 | 17h26

MPLA reitera disposição de lutar pela consolidação da democracia

Huambo - A 2ª secretária do MPLA na província do Huambo, Loti Nolika, reiterou hoje, sexta-feira, afirme disposição do partido, no poder em Angola, de continuar a lutar por uma angolana mais justa e igual para todos, visando a consolidação do verdadeiro Estado democrático e de direito.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A dirigente política reafirmou este posicionamento na abertura das jornadas comemorativas ao 63º aniversário da fundação do MPLA, a assinalar-se a 10 de Dezembro.

Na sua intervenção, Loti Nolika realçou que o MPLA tem como propósito tornar a Angola num país mais próspero, de igualdade e mais democrático, pelo que deve contar com o engajamento dos militantes, que, também, devem tornar-se fiéis aos ideais do partido.

Defendeu, por esta razão, uma reflexão mais profunda em torno do percurso histórico do partido, tendo em conta a institucionalização das primeiras eleições autárquicas em Angola, previstas para 2020.

Sobre as jornadas, a 2ª secretária do MPLA disse que, entre as actividades, destacam a realização de manifestações políticas, culturais, desportivas e outras voltadas no reforço da coesão e da unidade, entre militantes, além de incentivar a população a envolver-se na campanha de moralização da sociedade.

Com uma extensão territorial de 35.771 quilómetros quadros e uma população de dois milhões, 389 mil e 231 habitantes, o MPLA controla, nesta província, 373 mil e 354 militantes, distribuídos em 11 comités municipais e em cinco mil e 453 comités de acção.

Nas eleições de 23 de Agosto de 2017, o MPLA obteve, na província do Huambo, Planalto Central de Angola, 347 mil e 763 votos, de um total de 621.554 de eleitores, que lhe permitiu eleger três deputados, dos cinco previstos (João Baptista Kussumua, Bibiana Nandombua e Armando Capunda).

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 05/11/2019 17:44:09

    Exército reafirma engajamento no rejuvenescimento do efectivo

    Huambo - O comandante da Região Militar Centro (RMC), tenente-general Dinis Segunda Lucama, reafirmou hoje, terça-feira, no planalto central, o engajamento do Exército na formação e renovação do efectivo, no quadro do processo de rejuvenescimento para corresponder às exigências e dinâmica do serviço castrense.

  • 29/10/2019 20:37:54

    Fórum dos Municípios aprofunda abordagens sobre políticas públicas

    Huambo - O secretário de Estado para Reforma do Estado, Márcio de Jesus Lopes Daniel, considerou hoje, terça-feira, que o Fórum dos Municípios e Cidades de Angola (FMCA), cuja 7ª edição acontece esta semana na província do Huambo, como um espaço privilegiado para a elaboração de programas específicos de beneficência às comunidades.

  • 29/10/2019 19:23:22

    Observatório político admite melhorias das liberdades no país

    Cachiungo - O representante do Observatório Político e Social de Angola (OPSA), Sérgio Calundungo, admitiu hoje, terça-feira, no município do Cachiungo (Huambo), haver melhorias significativas das liberdades no país, com realce para as de manifestação, expressão e de imprensa.