Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

09 Novembro de 2019 | 17h18 - Actualizado em 09 Novembro de 2019 | 17h19

Resenha: Condecoração de personalidades constitui destaque

Luanda - O acto de condecoração pelo Presidente da República, João Lourenço, de várias personalidades e instituições angolanas que lutaram pela independência nacional e pela construção do Estado angolano, constituiu destaque no noticiário da semana que hoje, sábado, termina.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Membros da sociedade civil, atletas, antigos combatentes e membros do governo, condecorados pelo Presidente João Lourenço

Foto: Pedro Parente

Na ocasião, o Chefe de Estado reconheceu o mérito de quem se dedicou à denúncia de casos suspeitos de corrupção.

No final da cerimónia de condecoração do jornalista de investigação e defensor dos direitos humanos, Rafael Marques, entre várias individualidades, o Chefe de Estado angolano admitiu que esse reconhecimento possa ter “leitura e reacções díspares, a julgar pelos estereótipos criados ao longo do tempo, quando a corrupção era encarada como algo normal”.

Outro assunto de realce tem que ver com a visita que o Presidente da República, João Lourenço, efectuou ao Centro de Produção da Televisão Pública de Angola, no distrito de Camama, tendo, na ocasião, prometido investimentos para modernizar essa estação pública.

Após 1h30 de reunião com os membros do Conselho de Administração da Televisão Pública de Angola, João Lourenço afirmou à imprensa que "vamos priorizar a TPA e, a seu devido tempo, vamos prestar a mesma atenção aos outros órgãos" públicos.

O investimento tem como objectivo a prestação de um melhor serviço ao público. “Os telespectadores e os trabalhadores da TPA têm que concluir que valeu a pena o Presidente ter visitado estas instalações”, declarou.

Em seguida, o estadista inaugurou o Centro de Produção do Bilhete de Identidade, com capacitadade de emissão de 20 mil documentos por dia.

Nos últimos sete dias fez também manchete a recomendação do Chefe de Estado, João Lourenço, em relação ao rigor na gestão e distribuição dos bens adquiridos para acudir as vítimas da seca no sul de Angola.

Ao intervir na reunião da Comissão Nacional de Protecção Civil, João Lourenço orientou o emprego dos meios adquiridos, exclusivamente, para os fins aos quais estão destinados. 

O Chefe de Estado citou como exemplo os equipamentos como moto-cisternas, destinados ao abastecimento de água às populações carentes, e sublinhou que não quer vê-los em fazendas particulares.

A discussão, na especialidade, da Proposta de Lei de Prevenção e Combate ao Branqueamento de Capitais, fez igualmente manchete.
A propósito, o secretário de Estado para a Justiça, Orlando Fernandes, explicou que as pessoas politicamente expostas e parentes próximos serão sujeitas a medidas de diligências reforçadas, no âmbito da referida proposta de lei .

Exprimiu que o texto legal corresponde a um padrão recomendado a todos os países, sem excepção.

“Estamos numa aldeia global do sistema financeiro internacional, com regras que devem ser respeitadas. Quem se excluir dessas regras terá de arcar com as consequências”, vincou.

Outro assunto não menos importante foi a apresentação do Relatório de Avaliação Periódica Universal (UPR) de Angola no reunião do Conselho de Direitos Humanos, em Genebra, Suíça, pelo ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto.

O ministro realçou que a promoção e protecção dos Direitos Humanos constitui um desafio permanente para o Governo de Angola, que vem registado melhorias significativas, sobretudo, com o início do novo ciclo político, inaugurado pelo Presidente da República, João Lourenço, em 2017.

Assuntos Política  

Leia também
  • 09/11/2019 16:23:43

    BI da Dipanda beneficia mais de 300 mil crianças

    Menongue - Mais de trezentas mil crianças dos seis aos 17 anos de idade vão beneficiar, até ao final deste mês, no Cuando Cubango, de Assento de Nascimento e de Bilhete de Identidade, de forma gratuita, no âmbito da Campanha Nacional de Registo, denominada "BI da Dipanda".

  • 09/11/2019 12:51:33

    Vice-presidente reafirma força do MPLA

    Cabinda - O MPLA jamais será derrotado com o ataque de alguns as suas principais figuras ou semeando o boato, a intriga e a inverdade no seu seio, afirmou hoje, sábado, em Cabinda, a vice-presidente do partido.

  • 08/11/2019 23:14:55

    Angola prepara adesão ao Protocolo de Montreal

    Roma - Angola prepara-se para remeter às Nações Unidas a Carta de Adesão ao Protocolo de Montreal sobre a Protecção da Camada de Ozono, informou esta sexta-feira o secretário de Estado do Ambiente, Joaquim Manuel.