Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

19 Novembro de 2019 | 19h16 - Actualizado em 19 Novembro de 2019 | 19h47

MPLA vai continuar a propor soluções para o bem-estar social

Namacunde - O secretário-geral do MPLA, Paulo Pombolo, reiterou hoje, terça-feira, na povoação de Ongwe, município de Namacunde, província do Cunene, o compromisso contínuo do seu partido em propor ao Executivo soluções para a melhoria das condições de vida da população.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

SECRETÁRIO GERAL DO MPLA, PAULO POMBOLO.

Foto: JOSE CACHIVA

Ao discursar num acto de massas na povoação de Ongwe, 79 quilómetros a leste de Ondjiva, Paulo Pombolo disse que o partido sabe das responsabilidades que tem e está atento para resolver os problemas sociais ligados a fome e a falta de água.

“A província do Cunene vive a pior seca dos últimos 24 anos, estamos certos que com o início dos trabalhos de construção do sistema de captação de água do Rio Cunene, a partir da localidade de Cafu até Shana, para as áreas de Cuamato e Namacunde, o problema estará resolvido por definitivo”, afirmou.

Explicou que o MPLA, ao longo da sua história e em situações mais difíceis, manteve o desenvolvimento da economia nacional, assim como soube preservar a soberania nacional, aprofundar a democracia e consolidar a unidade nacional entre os angolanos.

Paulo Pombolo exortou os militantes a continuarem a demonstrar o espírito patriótico e vencedor para o reforço do programa do governo do MPLA, bem como a estarem preparados para participar de forma activa nas eleições autárquicas previstas para 2020.

Na povoação de Ongwe, o secretário-geral do MPLA entregou cinco toneladas de bens alimentares, água, detergentes, roupa e sapatos, aos oito mil e 782 pessoas afectadas pela seca na circunscrição.

A província do Cunene vive, desde Outubro de 2018, uma acentuada crise de água que afectou 880 mil e 172 pessoas e um milhão de cabeças de gado. Como resultado da seca já morreram 30 mil cabeças de gado bovino, caprino e suíno.

Durante a visita de trabalho de dois dias ao Cunene, Paulo Pombolo deslocou-se às comunas de Humbe, município de Ombadja e Chiedi, Namacunde, onde constatou as condições sociais dos habitantes.

Manteve também encontros com os membros da comissão executiva do seu partido e das estruturas de base para avaliar a vida interna da MPLA na região.

Assuntos Província » Cunene  

Leia também
  • 09/11/2019 13:56:41

    JMPLA quer mais dinamismo nas acções da organização

    Ondjiva - A primeira secretária em exercício da JMPLA na província do Cunene, Francisca Ndamona Vaz, pediu hoje, sábado, em Ondjiva, aos membros mais dinamismo no cumprimento das actividades da organização, em resposta os desafios do futuro.

  • 08/11/2019 00:06:30

    Adalberto Júnior quer Unita dinâmica e congregadora

    Ondjiva - O candidato ao alto cadeirão da Unita, Adalberto da Costa Júnior, defendeu quinta-feira em Ondjiva, província do Cunene, a necessidade de tornar o partido forte, dinâmico e congregador para sair vencedor nos futuros desafios do país.

  • 30/10/2019 19:32:58

    Angola e Namíbia reforçam cooperação jurídica

    Ondjiva- A Procuradoria-Geral da República de Angola e a sua congénere da Namíbia pretendem reforçar as relações de cooperação em matéria penal, com vista à protecção dos cidadãos dos países.