Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

11 Dezembro de 2019 | 09h06 - Actualizado em 12 Dezembro de 2019 | 10h11

Tribunal Supremo reduz pena de Augusto Tomás

Luanda - Os juízes do Tribunal Supremo decidiram-se a reduzir a pena do ex-ministro dos Transportes, Augusto da Silva Tomás, de 14 para oito anos e quatro meses de prisão maior.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ex-ministro dos Transportes, Augusto Tomás (Arquivo)

Foto: Pedro Parente

Augusto Tomás foi julgado e condenado pelo Tribunal Supremo, acusado de crimes de peculato, violação das normas de execução do plano e orçamento, sob forma continuada, e por participação económica em negócios.

Segundo a edição desta quarta-feira do Jornal de Angola, os juízes do Tribunal Supremo decidiram-se a recorrer à atenuação extraordinária das penas e reduziram as penas de prisão a que foram condenados os réus do “Caso CNC”.

Apesar de julgarem improcedentes os recursos interpostos pelos réus Augusto da Silva Tomás, Isabel de Ceita Bragança, Rui Manuel Moita e Manuel António Paulo, tiveram em consideração, entre outros aspectos, a falta de antecedentes criminais para todos os réus.

A Augusto Tomás pesou ainda o facto de os juízes considerarem os serviços relevantes prestados a Pátria e à sociedade.

O tribunal reduziu de 10 para cinco anos a pena de Manuel António Paulo, a de Isabel  Bragança, de 12 para seis anos, e de Manuel Moita, de 10 para cinco anos, enquanto Eurico Pereira da Silva mantém os dois anos de pena suspensa.

Todos estes réus eram funcionários do Conselho Nacional de Carregadores.

Assuntos Angola   Justiça   Política  

Leia também
  • 12/12/2019 09:57:15

    Parlamento aprova OGE para 2020

    Luanda - A Assembleia Nacional aprovou nesta quinta-feira o Orçamento Geral do Estado para 2020, que prevê despesas e receitas de 15.875.610.485.070,00 de kwanzas (quinze biliões, oitocentos e setenta e cinco mil milhões e seiscentos e dez milhões, quatrocentos e oitenta e cinco mil e setenta kwanzas), mais 4,5 biliões em relação ao de 2019.

  • 12/12/2019 00:26:48

    Síntese das principais notícias

    Luanda - A Agência Angola Press, Angop E.P, incluiu na sua emissão das últimas 24 horas, entre outros, os seguintes assuntos:

  • 11/12/2019 20:56:52

    Venezuela quer ligação aérea com Angola

    Luanda - A Venezuela quer manter ligação aérea com Angola para dinamizar as trocas comerciais e turísticas entre os dois países, informou nesta quarta-feira, em Luanda, o embaixador daquela nação sul-americana, Marlon Labrador.

  • 11/12/2019 19:49:59

    Caso "500 milhões": Advogado de Zenu solicita justiça "cristalina"

    Luanda - O advogado de José Filomeno dos Santos "Zenu", Gentil de Figueiredo Simão, solicitou, nesta quarta-feira, em Luanda, uma justiça "clara, justa e cristalina", no julgamento do Caso "500 milhões".