Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

10 Dezembro de 2019 | 20h01 - Actualizado em 11 Dezembro de 2019 | 12h31

PN cria "Academia de Polícia" na Baía Farta

Benguela - O Comando Geral da Polícia Nacional procedeu hoje, terça-feira, à extinção do Instituto Médio de Ciências Policiais "Santana André Pitra Petroff", localizado no município da Baía Farta, transformando-o em Academia de Polícia.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em acto orientado pelo Ministro do Interior, Eugénio Laborinho, a cerimónia ficou marcada com a promoção de 432 efectivos aos graus de oficiais subalternos e sub-chefes.

Na ocasião, Eugénio Laborinho disse que a formação ora terminada representa mais um passo na capacitação do efectivo em matérias policiais, habilitando-os a prontamente responderem de forma satisfatória aos enormes desafios que a sociedade impõe.

Eugénio Laborinho pediu ao efectivo que aplique os conhecimentos e tácticas adquiridas no desempenho das funções, sem descurar os princípios éticos, morais, cívicos e patrióticos, de modo a contribuírem na melhoria da ordem e segurança públicas.

Por outro lado, o comissário-geral da PN, Paulo de Almeida, deu a conhecer que a Academia de Polícia, que arranca já no próximo ano, foi concebida para formar o efectivo em diversas especialidades, desde gestão e administração de comandos municipais, de esquadras, dentre outras.

O responsável esclareceu, por outro lado, não ser prática nos órgãos de defesa e segurança, a existência de escolas de nível médio, adiantando que a PN criou o instituto porque encontrava-se em fase de evolução e as condições na altura não permitiam a criação de um instituto superior.

Paulo de Almeida disse ainda que, desde a criação, há dois anos, do Instituto Superior de Ciências Policiais e Criminais, já não se justifica a continuidade do instituto médio, daí a sua transformação em academia, cujo processo decorre com a estruturação dos currículos dos cursos a serem ministrados.

O Instituto Médio de Ciências Policiais “Santana André Pitra Petroff” foi inaugurado em 2013 e já formou 1.171 técnicos médios da PN nas especialidades de segurança pública, rodoviária, investigação criminal e de guarda fronteira.

A referida instituição formou no cômputo geral um total de 2.347 efectivos provenientes dos órgãos centrais e comandos provinciais da Polícia Nacional e pessoal das Forças Armadas Angolanas em diversas áreas, como pedagogia, informação e análise, identificação e registos, educação para cidadania, continência, honras militares, informática, dentre outras, visando contribuir no aumento da capacidade operativa dos referidos órgãos.

A cerimónia de extinção e encerramento do último curso no IMCP contou com a presença do patrono, general Pitra Petroff, do comandante provincial da PN em Benguela, comissário Aristófanes dos Santos, membros do conselho consultivo do Comando Geral e do ministério do Interior, oficiais das FAA, membros do governo, autoridades tradicionais e familiares.

Leia também
  • 11/12/2019 11:18:04

    Dificuldade financeira condiciona inauguração do CISP/Benguela

    Benguela - A inauguração do Centro Integrado de Segurança Publica (CISP), prevista para o final deste ano, fica adiada para o primeiro trimestre de 2020, por razões financeiras, informou, em Benguela, o ministro do Interior, Eugénio Laborinho.

  • 30/11/2019 11:42:44

    PR inaugura complexo industrial em Benguela

    Benguela - O Presidente da República, João Lourenço, inaugurou neste sábado, em Benguela, um complexo industrial que prevê produzir mil toneladas de alimentos por mês.

  • 30/11/2019 09:45:56

    Presidente da República está em Benguela

    Luanda - O Chefe de Estado angolano, João Lourenço, está já na província de Benguela, onde vai inaugurar um complexo industrial de iniciativa privada do grupo "Carrinho", ligado à produção de bens alimentares.