Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

20 Dezembro de 2019 | 20h21 - Actualizado em 20 Dezembro de 2019 | 20h29

Ex-administradora do Songo condenada a 14 anos de prisão

Uíge- A ex-administradora municipal do Songo, Adelina Alexandre, foi hoje (sexta-feira) condenada a 14 anos de prisão, pelo Tribunal Provincial do Uíge, por prática de crimes de peculato de forma continuada e participação económica em negócios.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Na sentença, lida esta sexta-feira, a ré foi ainda condenada a pagar uma multa de 204 milhões e 836 mil, 936 kwanzas de indemnização ao Estado, bem como uma taxa de justiça de duzentos mil kwanzas.

Adelina Alexandre foi ainda acusada de ter criado a empresa "Fil Comercial", que a  transformou em placa giratória do dinheiro, sob sua gestão.

O julgamento da  ex-administradora municipal do Songo teve início em Janeiro deste ano.

No âmbito do combate à corrupção, estão ainda em curso outros processos que envolvem o  antigo director do Comércio, Indústria e Hotelaria, Boseke Mayamona Mansony, e o da Educação, Manuel Zangala, que já estão detidos.

Assuntos Justiça  

Leia também
  • 14/12/2019 10:18:37

    Resenha: Eleição de angolano a SG da ACP domina noticiário político

    Luanda - A eleição do candidato de Angola, Georges Rebelo Chikoti, a secretário-geral do grupo África, Caraíbas e Pacífico (ACP), para os próximos cinco anos, dominou o noticiário de carácter político divulgado pela Angop nos últimos sete dias.

  • 11/12/2019 19:25:05

    Angola participa na cimeira sobre tráfico de seres humanos

    Luanda - A vice-presidente da assembleia-geral da Associação de Juízes de Angola (AJA), Luísa Quinta, representa Angola, a partir de quinta-feira, na cidade do Vaticano, na 2ª Cimeira das Mulheres Africanas Juízas e Procuradoras sobre o Tráfico de Seres Humanos e Crime Organizado.

  • 11/12/2019 09:06:29

    Tribunal Supremo reduz pena de Augusto Tomás

    Luanda - Os juízes do Tribunal Supremo decidiram-se a reduzir a pena do ex-ministro dos Transportes, Augusto da Silva Tomás, de 14 para oito anos e quatro meses de prisão maior.