Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

24 Março de 2019 | 12h37 - Actualizado em 24 Março de 2019 | 16h21

Bornito de Sousa na África do Sul para cimeira da SADC

Johanesburgo - (Dos enviados especiais) - O Vice-presidente da República, Bornito de Sousa, desembarcou, ao início da tarde deste domingo (24), no aeroporto Internacional Oliver Tambo, em Johanesburgo (África do Sul) para participar na cimeira extraordinária da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) em solidariedade à República Árabe Saharaui Democrática (RASD).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Vice-presidente de Angola, Bornito de Sousa, chega à África do Sul para conferência de solidariedade com a República Árabe Saharaui Democrática (RASD)

Foto: Henri Celso

Bornito de Sousa participa do encontro, que terá lugar de 25 a 26 do corrente, na cidade sul-africana de Pretória, em representaçao do Chefe de Estado angolano, João Lourenço.

Espera-se que a conferência de solidariedade termine com a adopção de uma estratégia regional da SADC e uma declaração que irão, entre outros, estabelecer mecanismos para engajar intervenientes e parceiros, incluindo Marrocos, para observar o espírito das decisões da União Africana e das Nações Unidas para que se possa acelerar a resolução do problema do Sahara Ocidental.

O encontro visa também apoiar o direito da República Árabe Saharaui Democrática à autodeterminação, com base no princípio da descolonização, multilateralismo e legalidade internacional, por via da realização de um referendo.

Situação da RASD

A RASD é um estado parcialmente reconhecido internacionalmente que reivindica soberania sobre todo o território do Sahara Ocidental. É uma ex-colónia espanhola ocupada em 1975 pelo Reino de Marrocos, após a celebração dos acordos tripartidos de Madrid, firmados entre os representantes de Espanha, Marrocos e Mauritânia.

Embora se encontre numa disputa entre a autoproclamada República Saharaui e o governo central de Marrocos, o território do Sahara Ocidental, à luz do direito internacional, tem até hoje a Espanha como administrador, e o território está na lista da Organização das Nações Unidas (ONU) de ainda não descolonizado.

A RASD foi proclamada pela Frente Polisário em 27 de Fevereiro de 1976, e controla cerca de 25 porcento do território. Marrocos controla e administra o resto e chama estas terras de províncias do sul.

Não existe nenhum país no mundo que reconheça como legal a ocupação por Marrocos.

Leia também
  • 23/03/2019 16:45:21

    SADC reafirma comemoração do 23 de Março

    Cuito Cuanavale - O Presidente em exercício da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), Hage Geingob, reafirmou, este sábado, que o 23 de Março representa os anseios do povo que lutou para a libertação da região e a sua comemoração será perpétua.

  • 23/03/2019 15:57:57

    PR considera Cuito Cuanavale património da África Austral

    Cuito Cuanavale - O Presidente da República, João Lourenço, considerou a localidade do Cuito Cuanavale, província do Cuando Cubango, um património histórico dos povos da África Austral.

  • 21/03/2019 19:43:09

    SADC celebra feriado em homenagem aos heróis do Cuito Cuanavale

    Menongue - Trinta e um anos depois, os cidadãos da África Austral passam a celebrar o 23 de Março como feriado regional, data que assinala a derrota do regime fascista sul-africano (apartheid), resultante de um confronto travado no sudeste angolano, na fronteira com a Namíbia, no município do Cuito Cuanavale (Cuando Cubango).