Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

23 Março de 2019 | 16h45 - Actualizado em 23 Março de 2019 | 18h34

SADC reafirma comemoração do 23 de Março

Cuito Cuanavale - O Presidente em exercício da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), Hage Geingob, reafirmou, este sábado, que o 23 de Março representa os anseios do povo que lutou para a libertação da região e a sua comemoração será perpétua.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Hage Geingob - Presidente em exercício da SADC

Foto: Gaspar dos Santos

Ao discursar na cerimónia dos festejos do 23 de Março, Dia da Libertação da África Austral, Hage Geingob deixou claro que, “apesar de existirem vozes que tentam desacreditar a data", a SADC, órgão por si dirigido, vai continuar a celebrá-la, por reflectir os anseios do povo da região.

Ao mesmo tempo, o também Presidente da República da Namíbia agradeceu aos líderes da SADC por terem, de forma colectiva, tomado a decisão, durante a cimeira decorrida em Agosto de 2018 no seu país, em declarar o 23 de Março como o Dia de Libertação da África Austral, sob proposta de Angola.

O Presidente em exercício da SADC considerou ser uma decisão que afirma a história dos países da sub-região e consolida a unidade, por comemorar, oficialmente, a libertação que se pode olhar para um futuro partilhado.

Segundo Hage Geingob, a Batalha do Cuito Cuanavale, decorrida há 31 anos, representa um clima da luta para as independências onde as forças armadas de Angola, de Cuba e o exército popular da libertação do seu país, derrotaram o regime do apartheid da África do Sul.

Reiterou que a batalha é um dos momentos definidor da estabilidade na região, além de ser uma batalha que pós fim às outras batalhas.

“É o momento que a camaradagem venceu o ódio do apartheid e a justiça vingou as suas vítimas de agressão racial”, sustentou.

Adiantou que os bravos homens e mulheres das forças revolucionárias cubanas, das FAPLA e do exército de liberação da Namíbia, formaram uma coligação alimentada pela bravura, guiada pela fé e motivado do plano de acção que, em conjunto, alcançaram uma vitória que foi o laço para a libertação da região, abrindo a porta para unidade, liberdade, justiça.

Reconheceu, entretanto, os esforços de Agostinho Neto, primeiro Presidente de Angola, que, depois da independência do país, proferiu a célebre frase segundo a qual “na Namíbia e na África do Sul está a continuação da nossa luta”.

Numa luta que contou com o apoio militar cubano, entre 1987 a 1988, o presidente da Namíbia rendeu homenagem a Fidel Castro, o pai da revolução cubana, que enviou, na altura, internacionalistas cubanos para ajudarem Angola e a Namíbia a conquistar as suas independências.  

Além do Presidente da República, João Lourenço, presenciaram a cerimónia os estadistas da República Democrática do Congo (RDC), Félix Tshisekedi, do Zimbabué, Emmerson Mnangagwa, do Congo, Dennis Sassou Nguessou, e o primeiro vice-presidente de Cuba, Salvador Valdez.

O acto foi antecedido de entoação de hino de Angola, da SADC, seguiu-se disparos de 21 salvas de canhões e deposição de coroa de flores no memorial à batalha do Cuito Cuanavale.

  

Leia também
  • 23/03/2019 18:49:20

    SADC condecora heróis do Cuito Cuanavale

    Cuito Cuanavale - Diversos heróis da Batalha do Cuito Cuanavale foram condecorados este sábado, na vila com o mesmo nome, província do Cuando Cubango, por terem contribuído para a libertação da África Austral do regime de segregação racial, antes vigente na África do Sul.

  • 23/03/2019 17:16:19

    PR deixa Cuito Cuanavale

    Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, deixou na tarde deste sábado (22) a vila do Cuito Cuanavale, província do Cuando Cubango, de regresso a Luanda.

  • 23/03/2019 15:57:57

    PR considera Cuito Cuanavale património da África Austral

    Cuito Cuanavale - O Presidente da República, João Lourenço, considerou a localidade do Cuito Cuanavale, província do Cuando Cubango, um património histórico dos povos da África Austral.