Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

20 Março de 2019 | 18h30 - Actualizado em 20 Março de 2019 | 18h29

SADC realiza Conferência de Solidariedade com a RASD

Luanda - A Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) realiza de 25 a 26 deste mês, na cidade de Pretória, África do Sul, uma conferência de solidariedade para com a República Árabe Saharaui Democrática (RASD).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bandeiras de alguns países membros da SADC (arquivo)

Foto: José Falso

Segundo o site da SADC, que avança a informação, a colaboração da organização regional com o Sahara Ocidental tem como base a experiência de descolonização da África Austral e a busca pela libertação e autodeterminação.

Espera-se que a conferência de solidariedade termine com a adopção de uma Estratégia Regional da SADC e uma declaração que irão, entre outros, estabelecer mecanismos para engajar intervenientes e parceiros, incluindo Marrocos, para observar o espírito das decisões da União Africana e das Nações Unidas para que se possa acelerar a resolução do problema do Sahara Ocidental.

O encontro visa também apoiar o direito da República Árabe Saharaui Democrática à autodeterminação, com base no princípio da descolonização, multilateralismo e legalidade internacional, por via da realização de um referendo.

Situação da RASD por dentro

A RASD é um estado parcialmente reconhecido internacionalmente que reivindica soberania sobre todo o território do Sahara Ocidental. É uma ex-colónia espanhola ocupada em 1975 pelo Reino de Marrocos, após a celebração dos Acordos tripartidos de Madrid, firmados entre os representantes da Espanha, Marrocos e Mauritânia.

Embora se encontre num disputa entre a autoproclamada República Saharaui e o governo central do Marrocos, o território do Sahara Ocidental, à luz do direito internacional tem até hoje a Espanha como administrador perante a lei, estando o território até hoje na lista da Organização das Nações Unidas (ONU) de territórios ainda não descolonizados.

A RASD foi proclamada pela Frente Polisário em 27 de Fevereiro de 1976, e controla cerca de 25 porcento do território que reclama como seu.

O Marrocos controla e administra o resto do território e chama estas terras de províncias do sul. O governo da RASD considera esses territórios como regiões ocupadas e não existe nenhum país no mundo que reconheça como legal a ocupação por Marrocos.

Assuntos Cimeira  

Leia também
  • 11/02/2019 05:01:11

    Cimeira de Chefes de Estado da UA encerra hoje

    Addis Abeba (Dos enviados Especiais) - A 32ª Cimeira Ordinária de Chefes de Estado e de Governo da União Africana (UA) entra hoje (segunda-feira) no seu segundo e último dia de trabalhos, com a abordagem de vários temas, com destaque para a transformação digital em África.

  • 10/02/2019 14:02:11

    Cimeira de Chefes de Estado da UA já decorre em Addis abeba

    Addis Abeba (Dos enviados Especiais) - A 32ª Cimeira Ordinária de Chefes de Estado e de Governo da União Africana (UA) começou há instantes em Addis Abeba, com o discurso do presidente cessante da União, o ruandês Paul Kagame e do eleito o egípcio, Abdel Fattah Al-Sisi.

  • 18/01/2019 07:24:06

    Etiópia : Chefe de Estado angolano de regresso a Luanda

    Adis Abeba - (Dos enviados especiais ) - O Presidente da República, João Lourenço, deixou nesta sexta-feira Adis Abeba, Etiópia, de regresso a Luanda, depois de participar em duas cimeiras sobre iniciativas para conter o clima de tensão reinante na RDC, desde a altura do anúncio dos resultados provisórios das eleições presidenciais, legislativas e provinciais .