Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

21 Março de 2019 | 17h09 - Actualizado em 21 Março de 2019 | 17h09

Três mil cidadãos ilegais expulsos em dois anos

Saurimo - Três mil cidadãos estrangeiros, maioritariamente da República Democrática do Congo (RDC), foram expulsos, nos últimos dois anos, por permaneça ilegal na província da Lunda Sul, através da fronteira de Txissanda (Lunda Norte).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Segundo apurou à Angop, durante o acto de apresentação do novo director provincial do Serviço de Migração e Estrangeiro (SME) na Lunda Sul, Alberto Avelino, a maioria dos cidadãos expulsos entraram para o território angolano contando com o auxílio dos cidadãos nacionais.

Actualmente, segundo os dados do SME, 50 cidadãos estrangeiros da RDC encontram-se em conflito com a lei de reagrupamento familiar e asilo de refugiados e cerca de 30 cidadãos nacionais aguardam julgamento por auxílio à emigração ilegal.

Com base à estes dados, o novo director do SME na Lunda Sul, Alberto Avelino, disse que vai, na sua gestão, reforçar o diálogo com as comunidades e intensificar a parceria com as autoridades tradicionais, sobretudo nas zonas fronteiriças, com vista a desincentivar o auxílio à emigração e cultivar o espírito de denúncia.

O responsável disse que o reforço da fiscalização nas estradas nacionais (180 e 230), que ligam Saurimo/Luena (Moxico) e Saurimo/Malanje, estará igualmente entre as prioridades no seu mandato.

Por seu turno, o inspector-geral do SME, Manuel Evaristo, apelou aos efectivos da corporação no sentido de colaborarem com o novo director, visando o cumprimento das missões sob sua responsabilidade, que visa o combate cerrado à emigração ilegal.

Já o delegado do Interior na Lunda Sul, Aristófanes Dos Santos, apelou ao novo director a imprimir nova dinâmica na corporação, permitindo que a actuação dos efectivos contra os estrangeiros os incentive a cumprir com as normas de emigração.

Leia também
  • 15/03/2019 19:01:27

    Apresentado guia de denúncia de indícios de corrupção

    Saurimo - O guia de denúncia de indícios de corrupção na contratação pública foi apresentado hoje, sexta-feira, aos gestores públicos e a população da província da Lunda Sul, visando contribuir na mudança de mentalidade e resgatar a boa imagem das instituições.

  • 15/03/2019 16:29:57

    FNLA apela à valorização dos nacionalistas angolanos

    Saurimo - A necessidade dos angolanos valorizarem cada vez mais a bravura, coragem e a determinação dos nacionalistas que lutaram para a expulsão do colonialista, foi defendido hoje, sexta-feira, em Saurimo (Lunda Sul), pelo secretário provincial da Frente de Libertação de Angola (FNLA), Luís André.

  • 14/03/2019 19:34:20

    UNITA reafirma apoio as acções que visam a consolidação da paz

    Saurimo - O secretário provincial da UNITA na Lunda Sul, Virgílio Samussongo, reafirmou hoje, quinta-feira, em Saurimo, que o partido vai continuar a apoiar as acções que visam a consolidação da paz, unidade, reconciliação e a construção de um Estado verdadeiramente democrático e de direito em Angola.