Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

29 Março de 2019 | 01h42 - Actualizado em 29 Março de 2019 | 01h42

Presidente da Unita quer reconciliação com acções concretas

Luena - O presidente da UNITA, Isaías Samakuva apelou quinta-feira, no Luena, aos angolanos que consolidem a reconciliação nacional com acções concretas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Moxico: Militantes da Unita durante acto politico de Massa

Foto: Kinda kyungu

Presidente da UNITA, Isaías Samakuva

Foto: Kinda kyungu

Falando no acto de massas enquadrado na visita de três dias que efectua a esta província, o dirigente político criticou as pessoas que demonstram atitudes discriminatórias para com os seus adversários.

Ao aconselhar os militantes da UNITA para aprenderem a viver na diferença, afirmou que o seu partido não está interessado em repetir os actos do passado.

"O passado foi muito difícil, agora cada um de nós tem de trabalhar no sentido de se aproximar ao outro", referiu o líder da Unita, acrescentando que a união entre os angolanos vai permitir o país caminhar para frente.

Isaías Samakuva insistiu que o país precisa de fortalecer as sementes da unidade e não as sementes da divisão.

Exortou a população angolana a participar no processo de desenvolvimento do país, promovendo o espírito de respeito perante a lei e de direitos iguais.

Quanto à realização das eleições autárquicas previstas para o próximo ano, o líder da UNITA augurou que os debates sobre este processo resultassem de um diálogo profundo que fortaleça a unidade nacional e o bem-estar dos angolanos

Por este facto, explicou, a Unita defende a implementação das autarquias em todo o território nacional, para evitar a descriminação entre a população dos diferentes municípios.    

O líder do maior partido de oposição no país, que chegou quinta-feira, à cidade do Luena, vai cumprir um programa de actividades, com destaque para visitas às instituições públicas, organizações de base e encontros com militantes do seu partido.

No Moxico, nas últimas eleições gerais realizadas em Angola, a Unita obteve 36 mil e 12 votos, correspondentes a 18,90 porcentos, com um deputado no Parlamento Nacional.  

Leia também
  • 29/03/2019 15:52:03

    Moçambique destaca ajuda angolana às vítimas do Idai

    Luanda - O apoio de Angola às vítimas do ciclone Idai, que assolou o centro de Moçambique a 14 deste mês, mereceu uma referência do Chefe de Estado daquele país, Filipe Nyusi, que sublinhou a pronta solidariedade do homólogo angolano, João Lourenço.

  • 29/03/2019 14:34:59

    Líder do MPLA descarta nova amnistia para crimes financeiros

    Luanda - O Presidente do MPLA, João Lourenço, descartou, nesta sexta-feira, a promulgação de uma nova Lei de Amnistia para os crimes previstos nas duas leis sobre repatriamento de capitais, aprovadas em 2018.

  • 28/03/2019 20:25:42

    Eficácia da reforma de Estado passa por criar órgãos locais

    Luanda - A eficiência e eficácia do processo de reforma do Estado, em curso no país, passa por criar órgãos e profissionais especializados para fazer face à sua complexidade, defendeu nesta quinta-feira o jurista Carlos Feijó.