Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

18 Abril de 2019 | 18h29 - Actualizado em 18 Abril de 2019 | 18h29

Combate às transgressões migratórias requer mais empenho do SME

Huambo - O combate às transgressões migratórias no país requer mais empenho do Serviço de Migração e Estrangeiros (SME), tendo em conta as consequências que advêm deste mal.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A afirmação é do delegado do Ministério do Interior na província do Huambo, Francisco Monteiro da Silva, discursando hoje, quinta-feira, no acto comemorativo ao 43º aniversário do SME, a assinalar-se sexta-feira.

Segundo o responsável,  é necessário que se continue a manter cooperação com os órgãos judiciais e do Ministério Público, visando descobrir e responsabilizar criminalmente os cidadãos refugiados e requerentes de asilo que têm se destacado no capítulo de falsificação de documentos, com ajuda de angolanos em trocas de favores e outros benefícios.

Afirmou que, 17 anos depois de alcançada a paz, a presença de estrangeiros no país tem sido notória, uns a procura de auxílio ou na condição de refugiados e outros, ainda, com intenções pouco claras, o que requer o redobrar dos esforços e os métodos de actuação, para melhor controlo dos mesmos.

O delegado do Ministério do Interior na província do Huambo apelou o efectivo do Serviço de Migração e Estrangeiros a primar, sempre, por um comportamento digno e aceite pela sociedade, sem, no entanto, se envolver em extorsões e outros males, dignificando cada vez mais a imagem e o bom nome do órgão.

O Serviço de Migração e Estrangeiros foi fundado a 19 de Abril de 1976, sendo o órgão executivo central do Ministério do Interior responsável por promover e coordenar a execução das medidas e acções inerentes ao controlo de entrada, trânsito, permanência, residência e saída de pessoas nas fronteiras terrestres, marítimas, fluviais e aéreas, pela aplicação dos procedimentos administrativos e físicos legalmente previstos, bem como a emissão de documentos  de viagem.

Leia também
  • 17/04/2019 20:07:29

    Angola e Cuba assinam protocolo de reconhecimento de certificados

    Luanda - Um protocolo de reconhecimento de certificados, diplomas, títulos e graus académicos do Ensino Superior entre as repúblicas de Angola e Cuba foi assinado esta quarta-feira, em Luanda, tendo em vista o reforço da cooperação bilateral.

  • 17/04/2019 16:40:41

    Processo contra "Zenu" já no Tribunal Supremo

    Luanda - A Procuradoria-Geral da República (PGR) já introduziu em juízo, no Tribunal Supremo, o processo crime em que José Filomeno dos Santos "Zenu" é acusado de má gestão dos activos do Fundo Soberano de Angola (FSDEA).

  • 16/04/2019 20:21:48

    Norberto Garcia pondera deixar actividade política

    Luanda - O ex-director da extinta Unidade Técnica do Investimento Privado (UTIP), Norberto Garcia, absolvido nesta terça-feira, pelo Tribunal Supremo, do caso "Burla Tailandesa", pondera deixar a vida política e ser pastor.