Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

17 Abril de 2019 | 17h54 - Actualizado em 17 Abril de 2019 | 18h45

SME desencoraja auxílio à imigração ilegal

Cabinda - Efectivos do Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) em Cabinda participam, desde terça-feira, numa campanha de distribuição da cartilha informativa e pedagógica visando o desencorajamento por parte de cidadãos nacionais e estrangeiros de práticas como o auxílio à imigração ilegal.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Cabinda: Especialista do SME - Emissão de visto de Turismo no Posto Fronteiriço de Massabi-Cabinda

Foto: Pedro João

Cabinda: Campanha de distribuição da cartilha sobre Lei 2 combate a imigração ilegal no ambito dos 43 anos do SME em Cabinda

Foto: Pedro João

A informação foi dada a conhecer esta quarta-feira, em nota, pelo SME acrescentando que, no folheto, vem expressa informações sobre a Lei/2, no sentido de fazer com que estes abdiquem de acções no sentido do auxílio a imigrantes sem documentação e outros com vistos de entrada e estadia expirados, sob pena de serem julgados de forma sumária e terem de cumprir uma pena de prisão, que vai de seis meses a dois anos.

A campanha, que envolve mais de 50 efectivos, entre oficiais, sub-alternos, sub-chefes e agentes de migração, nas principais artérias da cidade de Cabinda e na periféria, visa fundamentalmente disseminar o folheto e, em jeito pedagógico, incentivar a cultura de denúncia e participação no combate a este fenómeno.

As consequências que acarretam o exercício desta prática no seio da sociedade, como o aumento de crimes violentos com armas de fogo, roubos e furtos, desordem públicas, venda de produtos falsificados e outros danos, são igualmente lembretes que estão a ser incutidos aos automobislitas e utentes de casas de aluguer.

A nota do SME refere ainda que a campanha se realiza no âmbito dos 43 anos que a instituição vai assinalar no próximo dia 19 do corrente mês, cujas comemorações serão antecipadas para esta quinta-feira, em todos o país.

O SME em Cabinda conta já com serviços de emissão de vistos de turismo na fronteira de Massabi com a vizinha cidade congolesa de Ponta-Negra, equipamento que foi instalado em Agosto de 2018

Este é um Sistema de Gestão Documental Específico em rede junto do Posto fronteiriço de Massabi, que estabelece a isenção e facilitação dos vistos, sobre o regime do sistema de simplificação dos procedimentos administrativos, para a concessão de vistos de turismo aos cidadãos estrangeiros.

Podem candidatar-se a este visto cidadãos estrangeiros da União Europeia, Ásia, das Américas e Oceânia. que utilizam a via de Massabi, para entrar em território nacional cujo objectivo é  facilitar a entrada de estrangeiros que pretendem realizar visitas de carácter turístico, recreativo, cultural, desportivo e de negócios, num período de 30 dias, prorrogáveis para 90 dias.

O visto tem múltiplas vantagens para o cidadão estrangeiro que pretende entrar para Angola nesta via, uma vez poder a partir do seu país de origem solicitar instruções e formalidades ao SME com uma carta de pré-autorização, fazendo-a presente no Posto de Fronteira de Massabi, onde lhe será estampado o visto de turismo em vinhetas.

O SME em Cabinda tem o controlo de seis Postos de Fronteira terrestres, nomeadamente, Massabi e Miconje ( a Norte com a República do Congo), Yema, Beira Nova, Chimbuandi e Chiobo ( a Sul e Sudeste com a RDC).

Controla também sete postos de Travessia, nomeadamente o de Yabi, Zenze do Lucula, Necuto, Tsucusso, Kingubi, Tendenquele, Chingundo e Pinto da Fonseca, todos com a RDC, bem como de um (1) posto de fiscalização aérea e duas (2) unidades marítimas (Cabinda e Malongo).

Assuntos Província » Cabinda  

Leia também
  • 08/04/2019 19:06:50

    Secretário da UNITA pede confiança aos militantes

    Cabinda - O secretário provincial da UNITA em Cabinda, Inácio Sozinho, pediu aos militantes desta formação política para que estejam mais confiantes no trabalho do partido, tendo em conta os desafios que se avizinham.

  • 04/04/2019 05:00:51

    Efectivos da Protecção Civil reforçam conhecimentos na redução de riscos

    Cabinda - Efectivos dos Serviço de Protecção Civil e Bombeiros em Cabinda reforçaram os seus conhecimentos durante dois dias em matérias relacionadas com a gestão e redução de risco e de desastres, numa acção formativa promovido pela comissão nacional de protecção civil e bombeiros.

  • 03/04/2019 01:25:52

    Continuam manifestações em torno do Dia da Paz

    Luanda - O país continua a verificar manifestações em alusão ao 4 de Abril, Dia da Paz e da Reconciliação, com a realização de distintas actividades, que vão desde palestras, actividades desportivas e sócio-culturais.