Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

12 Junho de 2019 | 18h21 - Actualizado em 12 Junho de 2019 | 20h34

Formação dos quadros do MININT deve abarcar matérias sobre DH

Huambo - O processo de formação dos quadros para os diversos órgãos do Ministério do Interior (MININT) deve abarcar, obrigatoriamente, matérias sobre a valorização, respeito e protecção dos Direitos Humanos (DH).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A sugestão é do jurista Armindo Jelembi, quando dissertava na abertura das actividades comemorativas dos 40 anos de existência do Ministério do Interior (MININT), a assinalar-se no dia 22 deste mês, sob o  lema “O resgate dos valores morais e cívicos no seio do efectivo” (...).

Para o  jurista, não se pode falar de resgate dos princípios éticos, morais e cívicos fora da necessidade da valorização da pessoa humana, enquanto detentor de valores  que são passíveis de protecção,  cuja responsabilidade primária é dos órgãos do MININT.

“Por isso, toda a construção do processo de resgate dos valores éticos, morais e cívicos, no seio do efectivo dos órgãos de defesa interna, tem de assentar na dignidade da pessoa humana, para que se alcance o real sentido de garantia da segurança e de protecção dos cidadãos”, referiu.

Neste domínio, disse ser imperioso que a formação dos quadros das instituições vocacionadas a garantia de segurança e estabilidade social, deve incluir a vertente da valorização dos direitos humanos, para que se coloque o homem como princípio e fim da actividade policial nos mais variados domínios.

Ao proceder o acto de abertura das jornadas comemorativas da efeméride, o delegado em exercício do MININT no Huambo,  subcomissário de Investigação Criminal, Armando Joaquim Vieira, apelou à participação de todo o efectivo nas actividades agendadas, com elevado sentido de respeito e disciplina.

Apelou também à manutenção da unidade, coesão e aos princípios de irmandade e solidariedade no seio da corporação. 

O programa das festividades da efeméride decorrem sob o Lema “MININT pelo resgate dos valores éticos, morais e cívicos comemoremos os 40 anos do Ministério do Interior”,  prevê a  realização de diversas actividades desportivas, religiosas, culturais e de solidariedades.

O Ministério do Interior foi criado no dia 22 de Junho de 1979, ao abrigo da lei 07/79, como Secretaria do Estado da Ordem Interna, integrando na altura o Corpo de Polícia Popular de Angola, os Serviços de Migração Estrangeiros, a Polícia Judiciária, os Serviços Prisionais, a Direcção de Viação e Trânsito e outros órgãos.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 12/06/2019 17:43:14

    Mais de oito mil BI abandonados nos postos de emissão do Huambo

    Huambo - Oito mil e 23 Bilhetes de Identidade (BI) estão abandonados, há mais de dois anos, nos postos de emissão da província do Huambo, uma situação que está a preocupar o departamento de Identificação Civil e Criminal.

  • 12/06/2019 14:35:04

    Destacada importância dos especialistas do Estado Maior das FAA

    Huambo - A permanente preparação dos especialistas do Órgão de Guerra Psicológica do Estado Maior General (EMG) para gestão de situações de adversidade psicológica foi defendida quarta-feira, na cidade do Huambo, pelo chefe da direcção principal de Operações das Forças Armadas Angolanas (FAA), general Paulo Sousa Alves dos Santos.

  • 07/06/2019 15:48:28

    Comandante apela ao reforço das competências técnicas do efectivo militar

    Huambo - O comandante da Região Militar Centro (RMC), Dinis Segunda Lucama, apelou hoje, sexta-feira, no Huambo, ao efectivo militar, no sentido do reforço das competências técnicas, para melhor domínio das matérias castrenses.