Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

12 Junho de 2019 | 14h11 - Actualizado em 13 Junho de 2019 | 07h24

PR quer mais eficiência no combate à corrupção

Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, quer uma Inspecção Geral da Administração do Estado (IGAE) mais eficiente e comprometida com a luta contra a corrupção, o nepotismo e outras práticas nocivas à sociedade.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Inspectores-gerais adjunto tomam posse em cerimónia orientada pelo Presidente da República, João Lourenço.

Foto: Pedro Parente

Presidente da República, João Lourenço, discursa no empossamento dos inspectores-gerais adjuntos

Foto: Pedro Parente

O titular do poder Executivo, que falava nesta quarta-feira na cerimónia de posse de dois novos inspectores-gerais adjuntos do IGAE, sublinhou que, com o trabalho da inspecção, os gestores públicos são desencorajados a práticas menos boas, servindo melhor a nação.

No acto, em que tomaram posse os inspectores-gerais adjuntos Eduardo Semente Augusto e Tomás Gabriel Neto Joaquim, o Presidente João Lourenço ressaltou o trabalho activo do IGAE na luta contra as práticas lesivas ao Estado.

João Lourenço considerou normal que o país conte com o trabalho de instituições como o IGAE, a Polícia, os Tribunais e o Ministério Público, num momento em que o foco é a necessidade da luta contra as práticas nocivas ao interesse público.

“Felizmente, conseguimos hoje ter uma Inspecção-Geral do Estado activa, cujos resultados já temos tido oportunidade de verificar”, afirmou o Presidente.

Aposta nos programas do IGAE

À margem da cerimónia, testemunhada pelo vice-presidente da República, Bornito de Sousa, o inspector-geral adjunto do IGAE, Eduardo Augusto, disse à imprensa que há muito trabalho pela frente e que o seu desempenho vai cingir-se no auxílio ao inspector-geral e no reforço dos programas da instituição.

Disse que a aposta no auxilio ao inspector-geral da administração pública passa pelo reforço do sistema de controlo interno e dos programas de transparência na gestão governativa e corporativa.

O inspector-geral adjunto manifestou-se convicto em vencer os desafios que se colocam à instituição, tendo em vista o que considerou o interesse supremo, o combate à corrupção e ao nepotismo.

Eduardo Semente Augusto e Tomás Gabriel Neto Joaquim foram nomeados pelo Presidente da República a 5 de Junho último.

Leia também
  • 13/06/2019 00:01:31

    Síntese das principais notícia das últimas 24 horas

    Luanda - A Agência Angola Press incluiu na sua emissão das últimas 24 horas, entre outros, os seguintes assuntos:

  • 12/06/2019 19:57:21

    Caso CNC: Juiz continua interrogatório a Isabel Bragança

    Luanda - Após uma curta sessão de interrogatório, a que foi submetida esta quarta-feira, em juízo, a ré Isabel Bragança volta a ser ouvida quinta-feira, à instância do júri, num caso em que está acusada e pronunciada de violação de normas de execução de orçamento.

  • 12/06/2019 19:53:16

    Angola e UA analisam combate à corrupção

    Luanda - A agenda do Executivo angolano sobre o combate à corrupção esteve no centro de um encontro mantido nesta quarta-feira, em Luanda, entre o ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto e a comissária para os Assuntos Políticos da Comissão da União Africana (UA), Minata Cessouma.

  • 12/06/2019 19:52:51

    Caso CNC: Termina interrogatório ao ex-ministro Augusto Tomás

    Luanda - O interrogatório ao arguido Augusto Tomás, acusado de desviar avultadas somas monetárias do Conselho Nacional de Carregador (CNC), terminou esta quarta-feira, após sete sessões de audiência e discussão do julgamento, que decorreu na Câmara Criminal do Tribunal Supremo.