Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

17 Junho de 2019 | 20h48 - Actualizado em 18 Junho de 2019 | 18h24

BP investe USD 100 milhões em projectos sociais

Luanda - Pelo menos 100 milhões de dólares americanos (USD) foram investidos em projectos sociais nos últimos 15 anos no país, pela BP Angola, informou esta segunda-feira, em Luanda, o director-geral da petrolífera britânica, Hélder da Silva.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ruth Mendes, presidente da 5ª comissão da Assembleia Nacional

Foto: Clemente dos Santos

Helder Silva, Presidente regional da Petrolífera BP

Foto: Clemente dos Santos

Ao falar à imprensa, no final de uma reunião com a Comissão de Assuntos de Economia e Finanças da Assembleia Nacional, o responsável indicou que, nesse mesmo período, a instituição gastou também mais de  USD 300 milhões em despesas com as empresas nacionais.

Adiantou que a instituição petrolífera investiu, também, mais de 30 mil milhões de dólares americanos na exploração e operacionalização dos blocos 30 e 18, em funcionamento, e nos blocos 15, 17 (por funcionar) e no projecto Angola LNG.

O responsável informou, por outro lado, que 88 por cento dos quadros da BP Angola é de nacionalidade angolana .

Em termos de investimentos, adiantou que a BP Angola possui já dois navios petroleiros denominados “FP SOS”,  para trabalhar na redução da produção petrolífera fixada, para este ano, em 137 mil barris/dia, nos dois blocos em que opera (31 e 18).

Além disso, a empresa está a trabalhar na eficiência da optimização dos passos para a redução de paragens não planificadas, a fim de produzir o petróleo mais limpo e acima do que está previsto.

Entretanto, a presidente da 5.ª comissão, Ruth Mendes, ressaltou a importância do encontro com a petrolífera britânica na abordagem da questão do crude.

“O petróleo ainda vai ser usado por muitas décadas ainda como fonte energia”, observou.

Afirmou, porém, haver uma grande preocupação em relação ao dióxido de carbono (CO2), defendendo a necessidade de se criar condições para se evitar a emissão de grandes quantidades de CO2, cuja concentração está associada ao chamado efeito estufa.

A consequência da intensificação do efeito estufa na atmosfera é o aquecimento global, o que causa vários problemas ambientais.

Assuntos Investimentos  

Leia também
  • 18/05/2019 12:04:03

    PR considera momento ideal para se investir em Angola

    Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, considerou hoje, sábado, no campo do Mangais, ser este o momento ideal para se investir em Angola.

  • 20/09/2018 19:38:47

    Angola cria visto para investidor

    Luanda - A proposta do novo regime jurídico dos cidadãos estrangeiros, apreciado nesta quinta-feira em Conselho de Ministros, propõe, entre as principais inovações, o visto de investidor e de turismo.

  • 12/03/2018 20:59:55

    Lei de Investimento Privado tem mecanismos para impedir burla

    Luanda - A Lei de Investimento Privado no país tem mecanismos operacionais para impedir eventual burla ao Estado angolano, revelou nesta segunda-feira, em Luanda, o director da extinta Unidade Técnica de Investimento Privado (UTIP), Norberto Garcia.