Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

26 Junho de 2019 | 23h53 - Actualizado em 27 Junho de 2019 | 11h16

Angola cria condições para redução da emigração

Lisboa (Da correspondente) - O ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, garantiu, nesta quarta-feira, em Lisboa, que o Executivo angolano tem criado condições para reduzir substancialmente a proporção de jovens emigrantes.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em declarações à imprensa, à margem do encontro anual do Conselho Europeu das Relações Internacionais, decorrido durante dois dias em Lisboa, salientou que melhorar a qualidade de vida das populações, como a criação de empregos, é um elemento primordial para evitar a emigração.

Por esta razão, disse o titular da pasta das Relações Exteriores, Angola tem como prioridade atrair investimentos nacionais e estrangeiros para criar empregos.

”Ao criarmos empregos, estaríamos a reduzir substancialmente o potencial da juventude emigrante. Eles só emigram fundamentalmente por razões económicas”, referiu.

De acordo com a fonte, Angola, nesse aspecto, está a procurar o seu caminho, desenvolvendo os sectores da agricultura, da indústria, criando, desta forma, emprego massivo, para que a juventude angolana não emigre.          

O ministro referiu ainda que, nos últimos tempos, se tem constatado uma boa parte de jovens a regressar ao país.

Estiveram presentes no encontro representantes de diversas agências russas e norte-americanas, entre elas a fundação Open Society, através do seu patrono, George Soros.

Assuntos Emigração  

Leia também
  • 04/08/2017 20:35:21

    Mirex esclarece "revista" nos voos entre Angola e Portugal

    Luanda - Ministério das Relações Exteriores de Angola (Mirex) esclarece que o Serviço de Emigração e Fronteiras da República portuguesa está a efectuar, desde o dia 26 de Junho, no interior das aeronaves, revista e verificação da validade dos documentos de viagem e vistos de entrada dos passageiros provenientes do país.

  • 23/07/2017 15:18:17

    Cabinda: Imigrantes ilegais convidados a abandonarem Cabinda

    Cabinda - O Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) em Cabinda convidou, nesta sexta-feira, os estrangeiros em situação migratória irregular, no sentido de abandonarem a província, a partir de segunda-feira, 24 do corrente mês.

  • 23/07/2017 13:00:30

    Cabinda: Repatriados 300 imigrantes em situação ilegal na província

    Cabinda - Trezentos cidadãos da República Democrática do Congo (RDC), foram recolhidos e expulsos administrativamente para o seu país, nos últimos sete dias, pelos Serviços de Imigração e Estrangeiros (SME), por estadia ilegal na província de Cabinda.