Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

23 Agosto de 2019 | 15h03 - Actualizado em 23 Agosto de 2019 | 15h06

Embaixadora de Angola em Itália entrega cartas figuradas

Roma - A embaixadora de Angola em Itália, Maria de Fátima Jardim, entregou, em Roma, as cartas figuradas ao director adjunto do cerimonial diplomático do Ministério dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação internacional italiano, Stefano Zanini.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Maria de Fátima jardim, Nova Embaixadora de Angola em Itália, entrega cartas figuradas

Foto: Foto cedida

A acreditação de Fátima Jardim, como décima embaixadora de Angola em Itália, ocorrerá quando apresentar as Cartas Credenciais ao Presidente Sergio Mattarella.

A embaixadora Fátima Jardim agradeceu as autoridades italianas pela recepção e transmitiu o desejo de se reforçar a cooperação económica entre os dois países, enaltecendo os seus laços históricos.

Com a apresentação das cartas figuradas, última praxe para acreditação como embaixadora, a diplomata, que chegou segunda-feira, 19, a Roma, poderá encetar contactos com os seus homólogos e com algumas instituições no território italiano.

Fátima Jardim foi nomeada a 20 de Junho de 2019 e, à  semelhança do seu predecessor, será embaixadora de Angola nas Repúblicas de Malta e de San Marino, bem como representante permanente junto das Agências das Nações Unidas sediadas em Roma (FAO, FIDA e PAM).

Bióloga de formação, a nova embaixadora exerceu funções governamentais, como as de ministra das Pescas e do Ambiente, antes de dirigir o Centro de Pesquisa Pesqueira.

Antes de se estrear na diplomacia, Fátima Jardim era deputada na Assembleia Nacional.

Angola e a Itália estabeleceram relações diplomáticas em Junho de 1976, cinco meses depois do reconhecimento da independência da antiga colónia portuguesa, em 1975, sendo actualmente o terceiro parceiro comercial da Itália na África sub-saariana.

Assuntos Angola  

Leia também