Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

02 Setembro de 2019 | 16h53 - Actualizado em 02 Setembro de 2019 | 17h53

Partido de Abel Chivukuvuku recolhe assinaturas na Lunda Sul

Saurimo - A comissão instaladora do Partido do Renascimento Angolano "PRA JA- Servir Angola" espera recolher mais de mil e 500 assinaturas na província da Lunda Sul, onde lançou nesta segunda-feira uma campanha de recolha de subscrições para a sua legalização no Tribunal Constitucional (TC).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A recolha das assinaturas visa cumprir com a Lei dos Partidos Políticos que estabelece, para a legalização de uma formação política, 7.500 subscrições, a nível nacional, sendo necessárias 150 em cada província.

No lançamento da campanha, o coordenador provincial da comissão instaladora, Fernando Mutombo, afirmou que a recolha deverá ser feita porta a porta nos diferentes bairros da província.

No mês transacto, o TC rejeitou a sigla do novo partido de Abel Chivukuvuku, o Partido do Renascimento Angolano – Juntos por Angola (PRA-JA).

Já na última quinta-feira, o Tribunal Constitucional deferiu um pedido de credenciamento da comissão instaladora do PRA JA - Servir Angola, depois da necessidade que houve da alteração da sigla.

Agora a nova força prepara-se para dar entrada do processo de legalização no TC, numa nova tentativa, mas com a designação PRA – JA Servir Angola.

O país conta com 11 partidos políticos e uma coligação de partidos legalizados, dos quais cinco com assento parlamentar, nomeadamente MPLA, UNITA, PRS, FNLA e CASA-CE.

Leia também
  • 30/08/2019 18:28:21

    Juiz do TC sugere comissão para coordenar reformas

    Luanda - O juiz conselheiro do Tribunal Constitucional (TC), Raul Araújo, sugeriu, nesta sexta-feira, a criação de uma comissão de coordenação da reforma geral do Estado e da reforma do sector judiciário, a fim de evitar a dispersão de forças e recursos.

  • 30/08/2019 15:55:31

    FAA apostam no reforço dos valores patrióticos

    Luanda - As Forças Armadas Angolanas (FAA) vão reforçar os valores patrióticos e de lealdade entre o seu efectivo, numa aposta que visa elevar o comportamento cívico e a ética militar.

  • 30/08/2019 02:46:18

    MPLA em Malanje quer mais dinamismo dos militantes

    Malanje - O primeiro secretário municipal de Malanje do MPLA, João de Assunção, defendeu quinta-feira, na comuna de Ngola Luiji, a necessidade dos militantes do partido dinamizarem cada vez as actividades da organização, tendo em vista as eleições autárquicas previstas para 2020.