Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

16 Setembro de 2019 | 20h27 - Actualizado em 16 Setembro de 2019 | 20h27

Angola prima pela estabilidade continental

Kigali (Do Enviado Especial) - Transformar a estabilidade regional em continental e usá-la na cooperação económica e ao desenvolvimento de África deve ser o objectivo dos países africanos, considerou esta segunda-feira, em Kigali (Rwanda), o ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O chefe da diplomacia angolana falava na sessão de abertura da Primeira Reunião da Comissão Ad-hoc do “Memorando de Entendimento de Luanda”, assinado entre o Rwanda e o Uganda, a 21 de Agosto último, na capital angolana.

Na sua intervenção, o ministro desafiou o continente africano a mostrar ao mundo que é capaz de transformar a paz em estabilidade e reforço da cooperação económica e integração regional.

Para Manuel Augusto, o encontro é um sinal positivo da vontade política dos Presidentes Paul Kagame e Yoweri Museveni, provando que é possível solucionar os problemas entre os africanos.

Foi com esse espírito, sublinhou, que o Presidente da República, João Lourenço, abraçou este processo e fará o possível para que os dois países trabalhem juntos para encontrar soluções para os diferentes assuntos de ambos.

Na ocasião, os chefes das delegações do Rwanda e Uganda enalteceram o papel do Chefe de Estado Angolano, a quem agradeceram pelo empenho demonstrado na estabilização das relações bilaterais.

O Memorando prioriza a resolução de qualquer diferendo entre os respectivos países, por meios pacíficos e através de canais convencionais, no espírito de irmandade e solidariedade africana.

O documento prevê a criação de uma Comissão Ad-Hoc Bilateral para a sua implementação, co-chefiada pelos ministros dos Negócios Estrangeiros e integrada pelos ministros da Administração Interna e dos Chefes dos Serviços de Inteligência de ambos os países.

Assuntos Diplomacia  

Leia também
  • 13/09/2019 13:15:10

    Santa Sé descarta privilégios especiais em Angola

    Santa Sé (do enviado especial) - O secretário de Estado do Vaticano, Cardeal Pietro Parolin, declarou nesta sexta-feira que a Igreja Católica não pretende obter privilégios especiais em Angola em detrimento de outras instituições religiosas.

  • 10/09/2019 13:25:40

    Angola nega encerramento da missão em Pretória

    Luanda - A Embaixada de Angola em Pretória, África do Sul, desmentiu hoje, terça-feira, informações sobre um suposto encerramento daquela missão diplomática, face à onda de xenofobia que se regista, há alguns dias, no território sul-africano.

  • 09/09/2019 17:14:25

    Ban Ki-moon ressalta papel de Angola

    Luanda - O antigo secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, ressaltou nesta segunda-feira, em Seul, Coreia do Sul, o papel que Angola desenvolveu na estabilização política e social da região dos Grandes Lagos.