Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

03 Outubro de 2019 | 17h18 - Actualizado em 03 Outubro de 2019 | 17h17

MININT incentiva denúncia sobre garimpo de minerais

Huambo - O delegado do Ministério do Interior (MININT) na província do Huambo, Francisco Monteiro Ribas da Silva, incentivou hoje, quinta-feira, a população no sentido de denunciar o garimpo de minerais estratégicos para o desenvolvimento do país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O responsável lançou o repto no acto de apresentação do novo director do Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) no planalto central, sub-comissário de migração João Bonifácio Calandissa, que substitui o sub-comissário de migração Randol Midoux Mouzinho.

O também comandante da Polícia Nacional na região, referiu que a população deve estar mais atenta e engajada na denúncia de casos de migração ilegal, além de participar, de forma permanente, às autoridades afins  todas as acções relacionadas com o garimpo de minerais estratégicos.

Sem avançar o número de expatriados residentes nesta região, Francisco Monteiro Ribas da Silva realçou a importância da intensificação do controlo e da fiscalização aos cidadãos estrangeiros, como forma de evitar a exploração ilícita dos recuros minerais.

As autoridades angolanas implementaram, desde 25 de Setembro de 2018, a Operação Transparência que visa, entre outros, combater o tráfico de minerais estratégicos e a migração ilegal.

Esta resultou na apreensão, contabilizando as duas etapas, de mais de 34 mil quilates de diamantes e de um milhão de dólares, na primeira fase, a que se somou as 70 pedras de diamantes e os mais de 70 mil dólares norte-americanos, do segundo período.

Por sua vez, o novo director do SME no Huambo, sub-comissário de migração João Bonifácio Calandissa, prometeu trabalhar mais com a população no combate à migração ilegal, bem como elevar os nível de disciplina e as competências académicas e técnico-profissionais do efectivo, além de imprimir maior celeridade na emissão dos autos migratórios.

O acto, que teve lugar nesta região com uma extensão territorial de 35.771 quilómetros quadros e uma população de dois milhões, 519 mil e 309 habitantes, contou ainda com a presença do director-geral adjunto do SME, comissário de migração João Kuanga Tomé.

Fundado a 19 de Abril de 1976, o SME é um órgão afecto ao Ministério do Interior responsável por promover e coordenar a execução das medidas inerentes ao controlo de entrada, trânsito, permanência e saída de pessoas nos postos de fronteiras terrestre, aéreo, marítimo e fluvial em todo o território nacional.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 01/10/2019 18:08:06

    Agente da Polícia morto a tiro por meliantes

    Huambo - Um oficial da Polícia Nacional foi morto a tiro, esta segunda-feira, no bairro São Pedro, arredores da cidade do Huambo, por um grupo de marginais constituído por quatro indivíduos, quando comprava uma motorizada.

  • 01/10/2019 17:42:39

    Conferência recomenda rejuvenescimento da Polícia Nacional

    Huambo - A segunda Conferência Científica Regional sobre Segurança Pública do Instituto Superior de Ciências Policiais e Criminais (ISCPC) recomendou hoje, terça-feira, no Huambo, a incorporação, na Polícia Nacional, de um efectivo mais jovem, para substitui o elevado número de agentes em idade de reforma.

  • 30/09/2019 13:46:31

    ISCPC disponível para apoiar órgãos operacionais da Polícia Nacional

    Huambo - O Instituto Superior de Ciências Policiais e Criminais (ISCPC) "Osvaldo Serra Van-Dúnem", em Luanda, está disponível para apoiar os órgãos operacionais da Polícia Nacional, no âmbito da prevenção e combate à criminalidade.