Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

10 Outubro de 2019 | 15h27 - Actualizado em 10 Outubro de 2019 | 16h56

UNITA espera soluções concretas para seca no sul de Angola

Huambo - O secretário da UNITA na província do Huambo, Liberty Chiyaka, disse hoje, quinta-feira, que o seu partido espera que o Presidente da República, João Lourenço, no próximo discurso sobre o estado da Nação apresente soluções concretas para os problemas da seca no sul de Angola.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O dirigente politico, que falava em conferência de imprensa, realçou a necessidade do Chefe de Estado, João Lourenço, apresentar, na sua mensagem do próximo dia 15, na Assembleia Nacional, políticas para a  resolução do problema da seca, além de programas e modelos de Governo com o objectivo de alavancar o desenvolvimento económico-social do país e, ao mesmo tempo, devolver a confiança e a segurança aos angolanos.

Das províncias da região sul de Angola, a do Cunene é a mais afectada, pois enfrenta, desde Outubro de 2018, a mais severa estiagem da sua história, que já afectou mais de oitocentas mil famílias e mais de um milhão de bovinos ficaram à beira da morte.

A falta de chuva prejudica a agricultura de subsistência, visto que as sementes não germinam e a colheita está comprometida.

Noutra parte das suas declarações, o também deputado à Assembleia Nacional disse que a UNITA no Huambo aguarda com expectativa a apresentação, pelo estadista, de uma posição definitiva sobre o modo de realização das primeiras eleições autárquicas em Angola, previstas para 2020, tendo em conta o gradualismo funcional e territorial.

Liberty Chiyaka referiu que a UNITA reafirma a sua posição pelo gradualismo funcional, com fundamento no princípio da igualdade e de oportunidade, consagrados na Constituição da República de Angola.

Disse esperar que esta temática venha a ser devidamente aflorada no discurso do Presidente da República, João Lourenço, em termos de garantia, sobretudo, quanto a realização, definição dos prazos e a criação das condições técnicas e objectivas para a implementação das autarquias locais no país.

Relativamente ao 13º Congresso Ordinário do maior partido da oposição, a decorrer de 13 a 15 de Novembro, o político disse que o mesmo será antecedido da realização de conferências de balanço e renovação de mandatos a nível das comunas, município e província, entre 11 a 27 deste mês, para a eleição dos delegados.

Formalizaram pretensões de substituir Isaías Samakuva, após 16 anos de mandato, Abílio Kamalata Numa, Adalberto da Costa Júnior, Alcides Sakala, José Pedro Kachiungo e Raúl Danda, tendo Liberty Chiyaka renunciado a sua candidatura, justificando ser de carácter pessoal e que vai continuar a contribuir o engrandecimento do maior partido da oposição em Angola.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 09/10/2019 15:11:00

    Provedoria com dificuldades na implantação das representações provinciais

    Huambo - A Provedoria da Justiça Angolana enfrenta dificuldades financeiras para a implantação das representações provinciais, visando a sua expansão em todo território nacional e o alargamento do seu grau de actuação em prol da defesa dos direitos, liberdades e garantias dos cidadãos.

  • 09/10/2019 14:16:10

    Novos efectivos das FAA devem pautar por conduta irrepreensível

    Chicala-Cholohanga - O comandante da Região Militar Centro, tenente-general Dinis Lucama, apelou hoje, quarta-feira, no Centro de Instrução de Tropas do Exército, na Chicala-Cholohanga (Huambo), aos novos efectivos no sentido de pautarem por uma conduta irrepreensível no meio castrense e na sociedade, dentro do espírito ético, moral e cívico.

  • 05/10/2019 16:29:58

    MPLA reitera engajamento na moralização da sociedade

    Huambo - A Vice-presidente do MPLA, Luísa Damião, reiterou hoje, sábado, no Huambo, o engajamento do partido no poder em Angola na moralização da sociedade, no resgate dos valores éticos, morais e cívicos, tendo em conta a necessidade urgente do combate ao ?cancro? da corrupção e crimes conexos.