Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

09 Janeiro de 2020 | 18h30 - Actualizado em 09 Janeiro de 2020 | 18h31

Comandante destaca empenho do efectivo da RMC

Huambo - O comandante da Região Militar Centro (RMC), tenente-general Dinis Segunda Lucama, destacou esta quinta-feira, no Huambo, o empenho do efectivo das Forças Armadas Angolanas (FAA) nas acções em prol da defesa e segurança nacional.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Pormenor da reunião de balanço da RMC

Foto: Aurélio Janeiro

Comandante da RMC, tenente-general Diniz Segunda Lucama (à dir)

Foto: Aurélio Janeiro

O oficial general fez estas declarações na abertura da reunião que visou balancear o grau de execução das principais tarefas planificadas no Ano de Instrução 2019/2020, que reúne altos responsáveis e assessores da RMC.

O tenente-general Dinis Segunda Lucama realçou que o sentimento patriótico fez com que os comandantes e especialistas, a todos os níveis, levassem a cabo o cumprimento das aulas de preparação operativa, combativa e educativo-patriótica, assim como outras tarefas emanadas superiormente.

Isto, de acordo com o oficial general, permitiu o alcance dos êxitos que o Comando da Região Militar Centro verificou, apesar de ter sido um Ano de Instrução penoso em matéria de execução dos programas traçados, devido à crise económica financeira que o país atravessa.

“2019 foi um ano difícil para a vida  da Região Militar Centro”, admitiu o seu comandante, para quem apesar de tudo isso, foram dados passos significativos na implementação do programa de reedificação das unidades, assente na modernização e rejuvenescimento do efectivo, dentro da nova filosofia de organização militar.

Acrescentou ainda que dedicou-se especial atenção ao efectivo, no que toca à educação castrense, patriótica, jurídica, cívica, moral e sanitária, bem como para a  criação de condições mínimas de vida e de aquartelamento, alicerces imprescindíveis para a formação do sentimento de amor à Pátria e ao espírito de unidade e reconciliação nacional.

Contudo, rematou, estas e outras realizações constituem, sem sombra de dúvidas, o resultado pragmático da participação de todos oficias, sargentos, praças e trabalhadores civis, os quais consentiram com coragem, valentia, bravura e determinação, enormes sacrifícios em prol do bom-nome da instituição castrense.

A província do Huambo, planalto central de Angola, ocupa uma extensão territorial de 35.771 quilómetros quadrados, onde vivem dois milhões, 519 mil e 309 habitantes, distribuídos em 11 municípios, que fazem das potencialidades agro-pecuárias a principal fonte de rendimento.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 08/01/2020 19:49:27

    MPLA defende fortalecimento da unidade e coesão

    Huambo - O fortalecimento da unidade e da coesão interna, para reforçar a capacidade governativa e enfrentar, da melhor forma, os desafios do presente e do futuro, constituem as principais prioridades do MPLA na província do Huambo no presente ano.

  • 08/01/2020 14:17:54

    General ressalta papel interventivo dos especialistas de saúde

    Huambo - O chefe da direcção dos Serviços de Saúde das Forças Armadas Angolanas (FAA), tenente-general Alberto de Almeida, destacou hoje (quarta-feira), no Huambo, o papel interventivo dos sanitários na prevenção e protecção da tropa e da sociedade, de forma geral, e em casos de endemias.

  • 03/01/2020 14:18:01

    Polícia regista aumento de crimes no Huambo em 2019

    Huambo - Três mil e 985 crimes de natureza diversas foram registados, ao longo do ano 2019, pela Polícia Nacional (PN) na província do Huambo, mais 81 casos em comparação ao igual período anterior.