Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

06 Janeiro de 2020 | 16h43 - Actualizado em 07 Janeiro de 2020 | 11h03

Mais de 90 mil cartas de condução por levantar na DNVT

Luanda - Mais de 90 mil cartas de condução estão por levantar nos guichés das secções municipais da Direcção Nacional de Viação e Trânsito (DNVT), situação que levou a instituição a apelar aos utentes para o levantamento desses documentos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Mesa de Presidium

Foto: Gaspar dos Santos

Coordenador da Comissão de Entrega de Documentos, Angelino Serrote

Foto: Gaspar dos Santos

A instituição tem feito ligações telefónicas, enviado mensagens e publicações na sua página do Facebook, para que os utentes nesta condição possam levantar os documentos.

A informação foi prestada esta segunda-feira, em Luanda, pelo coordenador da campanha de entrega de documentos da DNVT, primeiro superintendente Angelino Serrote.

O responsável indicou que, inicialmente, tinham 100 mil cartas nos guichés das secções municipais de Luanda, tendo sido levantadas apenas sete mil.

“Continuamos a trabalhar no sentido de alertar os utentes, para que possam fazer o levantamento dos seus documentos”, expressou.

Os documentos emitidos há mais de um ano encontram-se nas secções municipais da província de Luanda e nos serviços de atendimento ao cidadão (CIAC), de Cacuaco, Viana, Zango, Talatona, Nosso Centro e Cazenga, todos na capital do país.

A Direcção Nacional de Viação e Trânsito (DNVT), órgão afecto ao Comando-Geral da Polícia Nacional, realizou uma campanha de entrega de cartas de condução e livretes aos utentes, face ao número elevado de documentos por levantar.

A primeira fase da campanha decorreu de 15 de Junho a 30 de Agosto de 2019 e a segunda de 18 de Setembro a 30 de Novembro desse  mesmo ano. Nesse período, foram produzidas 109 mil cartas de condução e 43 mil livretes.

A primeira fase serviu para solucionar processos que deram entrada em 2014, 2015 e 2016 e segunda, os documentos solicitados em 2017 e 2018. Em Dezembro, a DNVT avançou com exames e pedidos de 2019.

Mais de 700 documentos emitidos diariamente

Angelino Serrote fez saber que a DNVT e os seus serviços integrados emitem, diariamente, 700 cartas de condução e 50 livretes, informando que, actualmente, estão a emitir cartas de condução de processos que deram entrada em Novembro do ano passado.

As cartas de condução e livretes são emitidos nas províncias de Luanda, Namibe, Malanje, Huíla, Cuanza Norte e Bengo.

A instituição deu também início ao processo de emissão de cartas nos Serviços Integrados de Atendimento ao Cidadão (SIAC) de Talatona e na secção municipal de Luanda.

“Sentimos a necessidade de estender esses serviços ao SIAC do Zango, Cacuaco e Calaewnda. Há investimentos a serem feitos neste sentido", indicou o oficial superior, garantindo haver material disponível para a emissão de novos documentos.

Entrega presencial de documentos para evitar actos de suborno

De acordo com Angelino Serrote, a entrega de documentos (cartas de condução e livretes) é feita de forma presencial, para afastar que terceiros o façam em troca de valores monetários.

Disse que a instituição ainda se debate com vários constrangimentos, entre os quais a quebra do sinal da Internet. “Daí que muitos utentes têm reclamado da morosidade dos nossos serviços”, reconheceu o oficial superior da Polícia.

Assuntos Angola   Polícia Nacional  

Leia também
  • 07/01/2020 00:04:11

    Síntese das principais notícias

    Luanda - A Agência Angola Press, Angop E.P, incluiu na sua emissão das últimas 24 horas, entre outros, os seguintes assuntos:

  • 06/01/2020 13:32:18

    Manuel Augusto em Lisboa para seminário diplomático

    Lisboa (Do enviado especial) - O ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, encontra-se desde a manhã de hoje, segunda-feira (6), na capital portuguesa, onde deverá intervir, como orador convidado, no Seminário Diplomático 2020.

  • 06/01/2020 00:02:02

    Síntese das principais notícias

    Luanda - A Agência Angola Press, Angop E.P, incluiu na sua emissão das últimas 24 horas, entre outros, os seguintes assuntos: