Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

28 Janeiro de 2020 | 00h01 - Actualizado em 28 Janeiro de 2020 | 08h15

Aumentam receitas arrecadadas na justiça

Lubango - Quatrocentos milhões, 64 mil e 372 kwanzas é o valor arrecadado, em 2019, pelos Serviços de Justiça e Direitos Humanos na província da Huíla, para os cofres do Estado, mais 160.335.79, comparado ao igual período de 2018, fruto da expansão impostos do sector.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Huíla: Lisender André - delegado provincial da justiça

Foto: Morais Silva

A informação foi prestada hoje, segunda-feira, à Angop, no Lubango, pelo delegado do gabinete provincial da justiça e direitos humanos, Lisender André.

A maior fasquia foi arrecadada pela Conservatória dos Registos Civis da Comarca da Huíla com 226 milhões, 723 mil e 638 Kwanzas, mais 184 milhões, 63 mil e 385 em relação a 2018, correspondentes a emissão de 352 mil e 13 actos, entre os quais assentos de nascimento, de casamento, certidão narrativa, cédula pessoal, registo predial e automóvel.

O Cartório Notarial da Comarca da Huíla arrecadou no período em referência 134 milhões, 139 mil e 886, observando a uma redução de 27 milhões, 237 e dezasseis Kz.

Ao todo, aquele serviço efectuou 67 mil e 158 actos. Já o passo que o Arquivo de Identificação Civil e Criminal arrecadou 39 milhões, 200 mil e 848 Kz, mais dez milhões, 772 mil e 668 Kz, por meio da emissão de 97 mil e 983 bilhetes de identidade e pedidos de Registo Criminal.

Referiu que a emissão dos documentos foi feitos nos postos da sede do Lubango Matala, Chibia, Humpata, Quilengues e Caluquembe.

Leia também
  • 24/01/2020 23:53:41

    Isabel dos Santos poderá enfrentar outro processo crime

    Lisboa (Da correspondente) - A empresária angolana Isabel dos Santos e o marido Sindika Dokolo poderão também ser constituídos arguidos em processos relativos ao sector dos diamantes.

  • 24/01/2020 16:09:24

    JMPLA apresenta alternativas ao discurso crítico

    Lubango - A juventude angolana deve substituir o discurso crítico, com a apresentação de soluções criativas e aposta no empreendedorismo para o combate ao desemprego e crescimento da economia do país.

  • 23/01/2020 16:57:19

    Angola quer atrair novos membros para a "CJCA"

    Luanda - Angola traçou como uma das prioridades do seu mandato, à frente da Conferência das Jurisdições Constitucionais de África (CJCA), a adesão de novos membros para a organização.