Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

19 Fevereiro de 2020 | 14h24 - Actualizado em 19 Fevereiro de 2020 | 19h14

João Lourenço respeita eleição do presidente da CNE

Luanda - O Titular do Poder Executivo, João Lourenço, manifestou respeito à designação, pelo Conselho Superior da Magistratura Judicial, de Manuel Pereira da Silva ao cargo de presidente da Comissão Nacional Eleitoral (CNE).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Presidente da República, João Lourenço

Foto: Pedro Parente

No final da visita à fábrica de tecidos Nova Textang II, no município do Cazenga, João Lourenço respondia a jornalistas sobre a intenção de os partidos na oposição impugnarem a eleição do novo presidente da CNE.

Para o Presidente da República, Angola é um Estado de direito e tem que respeitar as leis.

“A Lei diz que é competência do Conselho Superior da Magistratura Judicial indicar, pelo processo apropriado, o presidente do Conselho Nacional Eleitoral”, frisou.

Adiantou que a Assembleia Nacional se limita a dar posse ao escolhido pela CSMJ, à luz da legislação em vigor.

Manuel Pereira da Silva, até então presidente da Comissão Provincial Eleitoral de Luanda, venceu o concurso público curricular para o provimento do cargo, antes desempenhado por André da Silva Neto, que cumpriu dois mandatos.

Além de Manuel Pereira da Silva, que venceu com 87 pontos, participaram do concurso Sebastião Bessa, Agostinho António Santos e Avelino Yululu, que obtiveram 61, 54 e 48 pontos, respectivamente.

O concurso para a escolha do novo presidente da CNE foi aberto em Março de 2019.

A oposição contestou a eleição, chegando a UNITA a interpor providência cautelar junto do Tribunal Supremo, para a suspensão da eleição.

Questionado se tinha recebido alguma carta de Isabel dos Santos, o Presidente da Republica respondeu que, no Palácio Presidencial, entram centenas, senão mesmo milhares.

 “Se tivesse de falar de cada uma delas, não faria mais nada (…). Portanto, não tenho comentário a fazer”, rematou.

Assuntos Angola   CNE   Presidente da República  

Leia também
  • 19/02/2020 17:21:47

    Polícia detém "manifestantes" nas imediações do Parlamento

    Luanda - Dez cidadãos foram hoje detidos pela Polícia Nacional, em Luanda, quando se manifestavam contra a tomada de posse de Manuel Pereira da Silva ao cargo de presidente da Comissão Nacional Eleitoral (CNE).

  • 19/02/2020 13:39:47

    PR quer concurso público para gestão das fábricas têxteis

    Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, orientou hoje, quarta-feira, a abertura de um concurso público para se encontrar gestores que possam gerir as indústrias têxteis Textang II (Luanda), Satec (Cuanza Norte) e África Têxtil (Benguela), que continuarão no sector público, enquanto não se concluir o processo de privatização.

  • 19/02/2020 09:31:52

    PR viaja para Rwanda quinta-feira

    Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, viaja quinta-feira (20) para o Rwanda em missão de dois dias, consagrada aos esforços de paz que lidera na região, com o propósito de trazer de volta o entendimento entre os vizinhos Rwanda e Uganda.