Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

22 Fevereiro de 2020 | 16h04 - Actualizado em 22 Fevereiro de 2020 | 16h01

Resenha: Visita de Mike Pompeo é destaque da semana

Luanda - A visita do secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, a Angola, onde foi recebido em audiência pelo Presidente da República, João Lourenço, constituiu o destaque das notícias de carácter político produzida pela Angop nos últimos sete dias.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

No quadro da visita de trabalho de 24 horas, Mike Pompeo reafirmou o apoio dos Estados Unidos ao combate à corrupção, em curso no país, e na recuperação dos activos financeiros de Angola ilegalmente transferidos para o estrangeiro.

Ainda no quadro da actividade presidencial, o Chefe de Estado angolano participou na quarta Cimeira Quadripartida (Angola, Uganda, Rwanda e República Democrática do Congo).

Na Cimeira ficou decidido que o Uganda deverá, no prazo de um mês, verificar as alegações do vizinho Rwanda sobre as acções provenientes do seu território, perpetradas por forças hostis ao Governo rwandês.

No decurso da semana, a Assembleia Nacional (AN) empossou Manuel Pereira da Silva, no cargo de presidente da Comissão Nacional Eleitoral (CNE).

A eleição de Manuel Pereira da Silva, candidato designado pelo Conselho Superior da Magistratura Judicial (CSMJ), ficou marcada por uma forte contestação da oposição, que não  reconhece no novo presidente da CNE "integridade e autoridade moral para exercer o cargo".

No quadro das Nações Unidas, Angola defendeu esta semana maior transparência e inclusão no Conselho de Segurança da ONU.

Com isso o país pretende que as diferenças entre assentos permanentes e não permanentes tornam este órgão "altamente desigual e ineficiente".

Mereceu igualmente destaque a realização de várias marchas de repúdio às práticas de corrupção e impunidade, convocadas pelo MPLA.

As marchas aconteceram nas províncias de Luanda, do Namibe, Zaire, Bié, de Benguela, da Lunda Sul, Huíla, do Moxico, Cuanza Norte, Bengo, Cuando Cubango, da Lunda Norte, de Malanje, Cunene, Cuanza Sul, Huambo e Uíge.

Assuntos Angola   Resenha  

Leia também
  • 22/02/2020 14:18:15

    Angola diz basta à corrupção

    Luanda - Várias marchas de repúdio às práticas de corrupção e impunidade, convocadas pelo MPLA, decorreram, neste sábado, em 17 das 18 províncias do país.

  • 22/02/2020 13:41:22

    Uganda tem um mês para verificar alegações do Rwanda

    Gatuna-Katuna (Dos enviados especiais) - A República do Uganda deverá, no prazo de um mês, verificar as alegações do vizinho Rwanda sobre as acções provenientes do seu território, perpetradas por forças hostis ao Governo rwandês.

  • 22/02/2020 12:00:53

    Angola defende transparência e inclusão no Conselho de Segurança

    Nova Iorque - Angola defendeu sexta-feira, em Nova Iorque, uma maior transparência e inclusão no Conselho de Segurança da ONU, porquanto as diferenças entre assentos permanentes e não permanentes tornam este órgão "altamente desigual e ineficiente".