Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

28 Fevereiro de 2020 | 14h33 - Actualizado em 28 Fevereiro de 2020 | 14h33

Instituto de Defesa Nacional realiza jornada

Luanda - O Instituto de Defesa Nacional (IDN) afecto ao Ministério Nacional da Defesa Nacional, efectuou hoje (sexta-feira) a abertura do ano pedagógico e a Jornada de Defesa Nacional com finalidade de criar a consciência patriótica no seio da Juventude.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

No acto, realizado na Escola Nacional de Formação de Técnicos do Serviço Social (ENFOTSS) no município de Cacuaco,  foram abordados os temas “Segurança e a defesa Nacional na perspectiva conceptual”, e “  O estado da Segurança Pública na província de Luanda com particular realce em Cacuaco”.

O vice-almirante António Miranda, director geral do Instituto de Defesa Nacional, afirmou à imprensa que é necessário que se faça um trabalho junto da juventude para que esta tenha noção o que é a segurança e a Defesa Nacional, e  perceba os fenómenos que estão a volta e marcam a ordem pública em Angola.

O responsável acrescentou ainda que constata-se a existência de muitos jovens a praticarem actos pouco  abonatórios e é fundamental este diálogo com a juventude.

Por seu turno, o vice presidente do Conselho Nacional da Juventude (CNJ), Massangano Domingos, disse que o acto decorreu de um protocolo entre o CNJ e o IDN, ratificado em Março de 2018, com intenção de inculcar nos jovens  que a Defesa Nacional e a Segurança depende de todos.

Massangano Domingos adiantou que o objectivo basilar é esclarecer aos jovens que cada um é participe do processo de segurança e defesa do país, tendo em conta que, a segurança tem início em casa e estende-se para a segurança externa e interna.

"Estamos consciente que, se não houver segurança, não há investimento, não há prosperidade nas famílias, e isso é uma responsabilidade de toda sociedade garantir a segurança". 

Flávio Cassule, participante no encontro, frisou que saiu do certame com ideias construtivas sobre a defesa, segurança e como contribuir bem estar para Comunidade, e encoraja está instituição por esta iniciativa.

Leia também