Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

12 Maio de 2020 | 18h48 - Actualizado em 12 Maio de 2020 | 20h47

PGF com dificuldades de patrulhar fronteira

Cuango - A falta de vias de acesso em alguns pontos da fronteira do Cuango, Lunda Norte, tem condicionado o patrulhamento total do local, bem como o uso de meios modernos para o efeito, facilitando a entrada de estrangeiros da República Democrática do Congo, usando caminhos "fiotes".

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A informação foi avançada hoje, terça-feira, pelo comandante da 6ª Unidade da Polícia de Guarda Fronteira (PGF), superintendente Laurindo Sapalo, durante a visita do coordenador da Comissão Multissectorial de Resposta à Covid-19 na Lunda Norte, Ernesto Muangala, à referida fronteira, para constatar o estado de prontidão das forças.

Disse que os postos fronteiriços do Catolo, Lola e Lola-1 têm sido os mais violados pelos cidadãos da RDC que procuram entrar no território nacional com o objectivo de atingir as áreas do Cavuba e Bananeira, para exploração ilícita de diamantes.

Para contrapor tal situação, o oficial solicitou ao governo a abertura urgente de picadas, para permitir que os meios disponíveis possam atingir os pontos estratégicos.

Apesar desta dificuldade, informou que desde que foi decretado o Estado de Emergência, com o encerramento das fronteiras, a Polícia de Guarda Fronteira tem intensificado as actividades de enfrentamento, com a realização de acções operativas que resultaram na detenção de 271 cidadãos por violação da fronteira.

Por seu turno, o coordenador da Comissão Provincial de Resposta à Covid-19, Ernesto Muangala, assegurou que tudo será feito para se ultrapassar tal problema.

A 6ª Unidade da Polícia de Guarda Fronteira, localizada na região sul da província, controla uma extensão de fronteira de 280 quilómetros, dos quais 58 fluviais, a partir da margem direita do rio Cuango, até a margem esquerda do rio Cuilo.

Para garantir a inviolabilidade da faixa fronteiriça, estão instalados uma sub-unidade e 16 postos de guarda fronteira.

Leia também
  • 16/04/2020 15:14:43

    Ministro do Interior apela respeito aos direitos humanos

    Dundo - O ministro do Interior, Eugénio Laborinho, apelou hoje, quinta-feira, os efectivos dos órgãos de defesa e segurança em serviço a respeitarem os direitos humanos, evitando o uso de força e/ou violência desnecessária.

  • 16/04/2020 12:19:13

    Ministro quer rigor na fiscalização das fronteiras

    Dundo - O ministro do Interior, Eugénio Laborinho, exigiu hoje, quinta-feira, no Dundo, fiscalização rigorosa ao longo da fronteira com a República Democrática do Congo (RDC) e das vias com fluxos de estrangeiros, no âmbito das medidas de prevenção e contenção da propagação da covid-19.

  • 04/04/2020 10:01:01

    Ganhos da paz são inquestionáveis - Ernesto Muangala

    Dundo - O governador da Lunda Norte, Ernesto Muangala, realçou hoje, no Dundo, que os ganhos da paz na província são inquestionáveis, destacando a reabilitação de infraestruturas sociais e a reabilitação da rede viária.