Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

14 Maio de 2020 | 21h12 - Actualizado em 14 Maio de 2020 | 21h12

Zaire tem quinze áreas suspeitas de minas

Mbanza Kongo - Mbanza Kongo - Quinze áreas suspeitas de minas estão identificadas e cadastradas na província do Zaire informou, nesta quinta-feira, em Mbanza Kongo, o oficia de Ligação e Informação da Comissão da Acção contra Minas na região, Lourenço Antunes.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Engenhos explosivos não detonados (arquivo)

Foto: BARTOLOMEU DO NASCIMENTO

Em declarações à Angop, o responsável  precisou que as zonas suspeitas estão localizadas nas comunas de Calambata, Nkiende e Luvo, no município de Mbanza Kongo, Quibala Norte e Quindege, municipalidade do Nzeto, assim como nas regiões do Soyo, Nóqui e Cuimba.

Disse que para se realizar acções de desminagem dessas áreas, a Comissão Provincial da Acção contra Minas do Zaire aguarda pela disponibilização de novos equipamentos e meios técnicos, com destaque para viaturas no sentido de facilitar o desdobramento dos sapadores.

Segundo o responsável, das quatro operadoras de desminagem existentes na região nenhuma dispõem de meios de transporte em condições para deslocar o pessoal para a zona dos campos minados.

Acrescentou que as áreas minadas foram identificadas por intermédio de populares, tendo lembrado que em 2019 a província do Zaire registou dois acidentes de mina nos municípios de Mbanza Kongo e Nzeto, que provocaram a morte de uma criança e o ferimento de um outro menor.

Fez saber que de Janeiro a Março deste ano foram desactivadas na província do Zaire 249 engenhos explosivos não detonados, com realce para minas anti-pessoal e munições diversas.

Quatro operadoras prestam serviços de desminagem na província do Zaire nomeadamente o Instituto Nacional de Desminagem (INAD), a Brigada B de Desminagem das Forças Armadas Angolanas (FAA) e a Nona e Décima Brigadas da Casa de Segurança da Presidência da República.

Leia também
  • 01/05/2020 11:15:26

    Fronteira fluvial com RDC será reforçada com meios

    Soyo - O comandante-geral da Polícia Nacional, comissário-geral Paulo de Almeida, assegurou, no município do Soyo, província do Zaire, o reforço, nos próximos dias, de mais meios técnicos e recursos humanos ao longo da fronteira fluvial desta região com a República Democrática do Congo (RDC).

  • 07/04/2020 13:23:25

    Governador do Zaire quer reforço nos postos fronteiriços

    Mbanza Kongo - O governador provincial do Zaire, Pedro Makita Armando Júlia, apelou nesta segunda-feira, no Soyo, aos efectivos do Ministério do Interior a redobrarem a vigilância nos postos fronteiriços com a República Democrática do Congo (RDC).

  • 27/03/2020 22:02:56

    INAD destrói mais de 300 engenhos explosivos no Bié

    Cuito - Trezentos e 82 engenhos explosivos diversos não detonados, removidos pelo Instituto Nacional de Desminagem (INAD) do Bié, removidos desde os finais de 2019 a presente data, foram destruídos no município do Cunhinga, a 30 quilómetros a Norte do Cuito.