Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

31 Julho de 2020 | 14h54 - Actualizado em 31 Julho de 2020 | 16h53

JMPLA defende maior advocacia ao emprego para juventude

Luanda - O secretário nacional da JMPLA, Crispiniano dos Santos, afirmou, no município da Quiçama, que a falta de emprego no seio da juventude angolana é um dos sérios problemas de desmotivação desse franja no país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Por essa razão, disse que a JMPLA como uma organização juvenil que luta pelos direitos da juventude vai junto dos departamentos ministeriais do Executivo angolano fazer uma advocacia forte no sentido de se criar mais políticas inclusivas revertendo o actual quadro.

Em entrevista à imprensa, no fim de uma jornada de trabalho que visou avaliar o grau de funcionamento dos secretariados municipais da JMPLA de Luanda, o responsável realçou que a falta de emprego é um dos problemas que merecerá maior intervenção JMPLA.

O responsável, que durante uma semana trabalhou nos secretariados municipais, disse que outro problema da juventude é o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, prática reprovável que a organização pretende mitigar.

O político juvenil que fez a entrega de meios informáticos aos secretariados municipais da JMPLA de Luanda, concluiu que os mesmos estão a funcionar em pleno e que esta acção estender-se-á aos 164 municípios do país.

“ Nós estamos a desenvolver um grande projecto no quadro da modernização tecnológica das nossas estruturas e é nesta vertente que apetrechamos os nove municípios de Luanda, bem como reforçamos com material de propaganda da nossa organização” sublinhou.

Bens alimentares e de biossegurança foram entregues ao secretariado municipal da Quiçama, particularmente, onde considerou a juventude local, como autênticos heróis, na prossecução das orientações superiores, por ser um grupo carente de várias condições de sociais e de trabalho.

  “ O município da Quiçama é rural e precisa de vias de acesso melhoradas, sendo este um problema que impede a interacção do trabalho juvenil e o escoamento dos produtos do campo desta zona para os centros urbanos comerciais”, disse o secretário. A jmpla em Luanda congrega um milhão e 246 mil militantes.

Assuntos Política  

Leia também
  • 27/07/2020 20:30:48

    Executivo reafirma compromisso com os direitos humanos

    Luanda - O vice-presidente da República, Bornito de Sousa, reafirmou nesta segunda-feira o compromisso do Estado angolano com a promoção e defesa dos direitos humanos.

  • 27/07/2020 19:42:03

    Conselho de Ministros da CEEAC prepara Conferência de Chefes de Estado

    Luanda - O Conselho de Ministros da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC) analisou, nesta segunda-feira, um conjunto de documentos que serão submetidos à Conferência de Chefes de Estado e de Governo, a ocorrer por videoconferência no próximo dia 30 do corrente.

  • 27/07/2020 19:22:09

    Ministro descarta implicâncias diplomáticas na crise da IURD

    Luanda - A crise instalada na Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Angola deriva de questões de gestão interna daquela instituição religiosa e não deve ser confundida com um problema político/diplomático, entre os estados angolano e brasileiro.