Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

03 Agosto de 2007 | 07h33

Governo constrói empreendimentos sociais na comuna de Kangumbe

Luanda

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Foto: Foto Angop

Luanda, 03/08 – Um posto de saúde e uma escola do ensino primário foram construídos pelo Governo Angolano na comuna de Kangumbe, 84 quilómetros da cidade do Luena, província do Moxico, no quadro de investimento avaliado em 48 milhões 447 mil Kwanzas.

Segundo constatou a Angop no local, o posto médico conta com uma sala para as consultas gerais, uma farmácia, um laboratório clínico e uma área para as consultas infecto-contagiosas, enquanto a escola tem três salas de aulas, com capacidade para 48 alunos cada, um balneário, dois gabinetes, uma cantina e areana desportiva.

Falando à Angop, o administrador municipal em exercício da localidade, Dino Canjinga, disse a edificação destas infra-estruturas constam do Programa de Melhorias e Aumento da Oferta dos Serviços Sociais Básicos as Populações 2005/2006 e estão a um novo impulso à resolução dos principais problemas sociais da população.

Com uma extensão de oito mil quilómetros quadrados, a comuna do Kangumbe esteve sem a administração do Estado desde 1983 devido ao conflito armado e voltou a ser admistrada pelo Governo depois de 2002.

Neste momento, a circunscrição conta com duas escolas primárias que permitiram o enquadramento de três mil 271 alunos no presente ano lectivo. A localidade possui um quadro de docentes composto por 64 professores.

No sector de saúde, a comuna conta com um centro médico e quatro postos de saúde que contam com a contribuição de nove enfermeiros básicos e um médio.

Para o biénio 2007/2008, as autoridades locais projectam a recuperação da sede da administração comunal, bem como a recuperação do sistema de captação de água potável.