Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

14 Julho de 2017 | 19h32 - Actualizado em 17 Julho de 2017 | 11h39

Cuando Cubango: Consignada obra do troço Cuchi/Cutato

Menongue - A reabilitação dos 54 quilómetros do troço Cuchi/Cutato (EN280) foi consignada hoje (sexta-feira), no município do Cuchi, província do Cuando Cubango, num acto presidido pelo ministro da Construção, Artur Fortunato.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Cuando Cubango: Artur Fortunato - Ministro da Construção

Foto: Nicolau Vasco

Troço que liga Cuchi/Cutato

Foto: Nicolau Vasco

A empreitada a ser executada em 14 meses pelo consórcio Inzag Germany GMBH e GAUFF está avaliada em 58 milhões, 92 mil e 475 euros, num investimento do governo alemão.

A estrada, que vai ligar a província do Cuando Cubango à da Huíla, com perfil transversal de nove metros, terá duas faixas de rodagem cada com 3.50 metros, dois metros de berma revestida cada com um metro.

O projecto contempla a desmatação, limpeza, terraplenagem, pavimentação, protecção ambiental, sinalização e obras complementares.

Na sua intervenção, o ministro da Construção disse que testemunhou a formalização do acto que estabelece os termos gerais da importante obra entre as localidades do Cuchi e Cutato, que liga as províncias do Cuando Cubango e da Huíla.

Salientou que o troço de estrada constitui um elo importante na ligação entre as cidades capitais do Cuando Cubango e da Huíla, bem como vector importante para alavancar a vida sócio-económica da região sul de Angola.

Igualmente, prosseguiu, o troço irá promover, em última instância, o desenvolvimento integrado das duas províncias, na base da complementaridade dos esforços entre os diferentes sectores de actividade.

Testemunharam a cerimónia de auto de consignação, o governador em exercício do Cuando Cubango, Ernesto Kiteculo, o governador da Huíla, João Marcelino Tyipinge, o embaixador da Alemanha em Angola, Rainer Muller, o director nacional do INEA, António Resende, membros do governo local e da Huíla, a administradora do Cuchi, Verónica Mutango Adolfo, entidades religiosas, autoridades tradicionais, entre outros convidados. 

Leia também