Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

29 Novembro de 2018 | 11h57 - Actualizado em 29 Novembro de 2018 | 12h11

Automobilistas pedem retomada das obras da estrada Mbanza Kongo/Lukunga

Mbanza Kongo - Os automobilistas que circulam na estrada nacional 120 que liga a cidade de Mbanza Kongo (Zaire) à localidade de Lukunga, província do Uíge, numa extensão de 111 quilómetros, solicitaram nesta quinta-feira a necessidade da retomada das obras deste troço rodoviário paralisadas em Abril do ano em curso.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Iniciados em finais de 2014, os trabalhos de reabilitação desta via, cuja execução física estava avaliada em 75 por cento, foram suspensos pelo Ministério da Construção e Obras Públicas para correcção da solução da base e da camada de desgaste.

Abordados pela Angop, os automobilistas afirmaram que desde a paralisação dos trabalhos, a circulação rodoviária nesta estrada nacional que passa pela sede comunal de Madimba (Mbanza Kongo) tornou-se difícil devido ao surgimento de pequenas ravinas ao longo do traçado.

José Kembo, automobilista, pediu a quem de direito para agilizar o processo visando a retomada dos trabalhos deste eixo rodoviário que poderá, nos próximos tempos, ligar as províncias do Zaire e do Uíge, por terra.

“As obras já estavam num ritmo bastante acelerado e de repente foram suspensas. Portanto, pedimos às entidades de direito para agilizarem a situação visando retomar os trabalhos”, advogou.

Eduardo Manzambi, outro automobilista, desde a paralisação das obras a circulação rodoviária entre a cidade de Mbanza Kongo e a comuna de Madimba passou a ser feita com algumas dificuldades, principalmente nesta época chuvosa.

“Há sub-troços em que a circulação tornou-se mesmo difícil, precisando, para isso, de trabalhos paliativos para acomodar o tráfego”, disse.

Na altura, o ministro da Construção e Obras Públicas, Manuel Tavares de Almeida, afirmara que o Laboratório de Engenharia de Angola (LEA) vai trabalhar com o Instituto Nacional de Estradas de Angola (INEA) para encontrar uma solução económica e que seja capaz de garantir maior durabilidade da estrada.

No referido troço rodoviário tinha sido aplicado o pavimento de brita revestido com cola, num percurso de aproximadamente 20 quilómetros.

Assuntos Estradas   Província » Zaire  

Leia também
  • 27/11/2018 15:47:33

    Engenheiro defende medidas para conservação de estradas

    Luanda - O engenheiro timorense João Gregório de Carvalho considerou hoje, terça-feira, em Luanda, a realização constante de trabalhos de manutenção em infra-estruturas rodoviárias, com estudo do comportamento estrutural dos pavimentos, como elemento fundamental para a conservação e durabilidade das mesmas.

  • 24/11/2018 18:42:10

    Cunene: Munícipes expectantes com conclusão da estrada Ondjiva/Omala

    Ondjiva - Os habitantes dos municípios do Cuanhama e Cuvelai, província do Cunene, manifestaram-se neste sábado expectantes com a conclusão das obras de construção do troço rodoviário Ondjiva/Omala.

  • 23/11/2018 09:57:01

    Vice-governador recomenda celeridade no restauro da via Ondjiva/Omala

    Ondjiva - O vice-governador para os Serviços Técnico e Infra-estrutura do Cunene, Salomão Himulova, recomendou quinta-feira maior celeridade na reabilitação da estrada Ondjiva /Omula, dada a sua importância no trafego rodoviário local.