Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

19 Maio de 2018 | 08h35 - Actualizado em 19 Maio de 2018 | 19h17

Centralidade Novo Horizonte recebe moradores em 2019

Sumbe - A centralidade Novo Horizonte, no município do Sumbe, província do Cuanza Sul, começa e receber os primeiros moradores no segundo semestre de 2019, disse sexta-feira, nesta cidade, a ministra do Ordenamento do Território e Habitação, Ana Paula de Carvalho.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Centralidade Novo horizonte recebe moradores em 2019

Foto: Rosário Santos

Em declarações à imprensa no final da sua visita de algumas horas ao Cuanza Sul, Ana Paula de Carvalho adiantou que os 2010 apartamentos estão concluídos, faltando a instalação da estação de água, tratamento de água residuais e energia eléctrica.

Referiu que tão logo estes trabalhos estejam concluídos a centralidade vai receber os seus primeiros inquilinos.

A governante disse ter recebido garantias da empresa Kora Angola do início dos trabalhos para instalação desse serviços.

"Estamos preocupados com a morosidade na conclusão desses trabalhos, uma vez que as residências foram concluídas em 2015, por isso, solicitamos a empresa uma maior celeridade para que os cidadãos possam vir habitar na centralidade com todas as condições exigidas", frisou a ministra.

O director-geral da Kora Angola, Rodrigo Manso, disse que a empresa vai iniciar os trabalhos de instalação de energia, água potável e a estação de tratamento de água residuais dentro de 15 meses.

Referiu que na centralidade Novo Horizonte estarão disponíveis um sistema de captação, tratamento e distribuição da água potável, a partir do rio Cabongo, com uma conduta de 14 quilómetros, uma estação de tratamento, que possui capacidade de 350 metros cúbicos por hora, tendo um reservatório de 600 metros cúbicos e uma torre de pressão de 200 metros cúbicos.

A centralidade Novo Horizonte possui ainda uma subestação eléctrica, rede de drenagem pluvial e das aguas residuais, 156 pequenas lojas, tres escolas e dois jardins de infância.

Leia também