Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

01 Setembro de 2018 | 23h06 - Actualizado em 01 Setembro de 2018 | 23h14

Governador satisfeito com execução da centralidade de Ndalatando

Ndalatando - O governador do Cuanza Norte, José Maria Ferraz dos Santos manifestou-se sexta-feira satisfeito com o curso das obras de construção da centralidade de Ndalatando, que regista níveis elevados de execução.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Governador provincial do Cuanza Norte, José Maria dos Santos

Foto: Estevão Manuel

O governante proferiu tal depoimento no final de uma visita de campo que efectuou ao local da obra, em companhia do PCA da Imogestin, Rui Cruz, onde se inteiraram da primeira fase da obra, que após a conclusão em Setembro de 2019, vai comportar 14 edifícios com 212 apartamentos da tipologia T-3.

José Maria Ferraz dos Santos elogiou o sentido patriótico do empreiteiro que, apesar de não receber qualquer pagamento adiantado, procede a execução das obras com meios próprios, o que faz crer que os trabalhos deverão ser concluídos dentro dos prazos acordados.

O governador disse esperar que num curto espaço de tempo, o Ministério das Finanças possa desbloquear as verbas necessárias para execução normal das obras, a fim de se evitar uma paralisação da empreitada.

Disse que o governo do Cuanza Norte continuará a prestar todo apoio necessário à empresa construtora, a fim de não se registarem embaraços no curso da obras, sobretudo no que concerne a distribuição regular de energia eléctrica, água e melhoria dos acessos ao local da empreitada.

Em execução na localidade do Quiombo, periferia de Ndalatando, a primeira fase da construção da futura centralidade de Ndalatando compreende 14 edifícios de quatro pisos, com 212 apartamentos da tipologia T-3, dez lojas, um centro de saúde e estacionamentos.

A ser executada em 16 meses, a empreitada compreende  um orçamento de mais de seis mil milhões de kwanzas.

Leia também
  • 19/10/2018 12:54:40

    Lunda Sul facilita construção de residências

    Saurimo - As administrações municipais na Lunda Sul devem garantir a gratuidade da declaração de titularidade, licença e planta de construção na cedência de terrenos a jovens e famílias de baixa renda - orientou hoje o governador provincial, Daniel Neto.

  • 04/10/2018 15:14:04

    Centralidade do Zango 8000 recebe primeiros moradores

    Luanda - Os três primeiros moradores do projecto habitacional Zango 8000, em Luanda, que concorreram pela função pública entre Agosto e Setembro de 2017, receberam hoje as chaves das suas residências.

  • 02/10/2018 18:34:06

    Inquilinos recusam-se ocupar casas nos projectos habitacionais

    Ndalatando - Arrendatários das casas sociais, construídas durante a primeira fase do programa de edificação de 200 fogos habitacionais em nove dos 10 municípios da província do Cuanza Norte, recusam habitar nelas, por falta de serviços sociais básicos, como energia eléctrica, água, saneamento básico, postos de saúde e escolas.

  • 30/09/2018 22:31:48

    Actividades do Dia Mundial do Habitat começam segunda-feira

    Luanda - O Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (UN-Habitat), com o apoio do Ministério do Ordenamento do Território e Habitação (MINOTH), promove a partir de segunda-feira (01), em Luanda, várias actividades alusivas ao Dia Mundial do Habitat “Outubro Urbano”.