Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

19 Setembro de 2018 | 10h43 - Actualizado em 19 Setembro de 2018 | 12h13

Bié: Governador promete estancar ravina do Cangangawé

Cuito - O governador da província do Bié, Pereira Alfredo, está comprometido com o estancamento da ravina do Cangangawé, arredores da cidade do Cuito.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Bié: Ravina do Cangangawé, no município do Cuito

Foto: AURÉLIO SEGUNDA MOURINHO

Governador constata situação das ravinas no Cuito

Foto: AURÉLIO SEGUNDA MOURINHO

O facto foi revelado pelo vice-governador provincial para o sector Técnico e Infra-estrutura no Bié, José Fernando Chatuvela, no final da visita de constatação do governador do Bié, Pereira Alfredo, recentemente nomeado ao cargo.

"A ravina do Cangangawé é muito grande e profunda, por isso constitui perigo eminente para às populações, sobretudo crianças, que por vezes brincam ao lado da mesma", disse.

Informou ainda que o Governo provincial tem trabalhado junto da estrutura central, com vista a estancar o mais rápido possível a ravina, tendo em conta à sua progressão, sobretudo nesta época de chuva", sublinhou.

O vice-governador provincial para o sector Técnico e Infra-estruturas disse ainda que, para se evitar a perda de bens e vida humanas, 48 famílias que viviam ao arredor da mesma transferidas este ano numa área com maior segurança.

Além da ravina do Cangangawé, a cidade do Cuito tem ravinas nos bairros Cangote, Cantíflas, Catemo, Cambulucuto, Ilha, Chicharro, Popular e São José.

A ravina é um fenómeno geológico provocado pela erosão dos solos em consequência de chuvas e ventos, devido à escassa vegetação.

Entretanto, o governador Pereira Alfredo visitou igualmente a embala de Silva Porto, a casa das associações, o edifício dos gabinetes provinciais, bem como as vendedoras que comercializam produtos na estrada das ruas Silva Porto.

Assuntos Obras   Província » Bié  

Leia também