Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

24 Janeiro de 2019 | 18h26 - Actualizado em 24 Janeiro de 2019 | 18h26

Túnel da Van-Dúnem "Loy" ganha forma a partir de Fevereiro

Luanda - O nó viário da UGP, na Avenida Pedro Van-Dúnem Loy, começa a ganhar forma a partir 01 Fevereiro, com inicio da construção de estacas, muros e lajes de um dos túneis do viaduto.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Para permitir o trânsito naquela área, será feito um desvio no sentido Benfica-Golf II, cujo separador central terá ligações com a rua da UGP.

Para as viaturas que circulam Golf II–Benfica será desviada para Rua da UGP, fazendo o retorno no desvio da KFC e subir a rua da Samba ou dentro do Futungo.

Para os automobilistas que circulam no sentido Benfica e pretendam chegar ao Golf II, a alternativa será o interior do Talatona e depois sair pelo Mundo verde.

De acordo com o responsável da Tecnovia, José Barros, a limitação da circulação nesta área deve-se aos trabalhos do nó de ligação, e serão feitos vários desvios, este o primeiro, até a conclusão dos trabalhos.

Este desvio, referiu, vai facilitar a circulação e acabar com o trânsito existente no retorno da Maxi.

A avenida Pedro de Castro Van-Dúnem "Loy" terá um nó de ligação na zona da UGP, permitindo a ligação do Benfica/Golf 2 e Talatona/Samba, sem a intercessão de veículo.

A construção de uma intercessão visa um cruzamento desnivelado, que permitirá aos automobilistas que saírem do Benfica, sentido Golf 2 e vice-versa, passar pelo túnel, evitando o cruzamento com os veículos que saírem do Talatona e da Samba.

Os automobilistas que saírem da Samba/Golf2, Benfica/Samba, Golf2/Talatona irão usar a estrada superior, passando pela rotunda que os permitirá aceder às vias pretendidas.

A empreitada cujo auto de consignação aconteceu a 18 de Agosto de 2017, a ser erguida em 2019, tem o prazo de execução de 24 meses (2 anos) e está orçada em 55 milhões, 491 mil e 726 dólares, esta a cargo da Tecnovia Angola


 

Assuntos Obras  

Leia também