Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

07 Dezembro de 2019 | 05h03 - Actualizado em 07 Dezembro de 2019 | 05h03

Job Capapinha pede celeridade na estrada circular do Sumbe

Sumbe - O governador do Cuanza Sul, Job Castelo Capapinha, pediu sexta-feira celeridade na construção da estrada circular do Sumbe, para se evitarem danos às obras em curso de requalificação da cidade por parte do trânsito rodoviário pesado.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Obra de requalificação da cidade do Sumbe

Foto: Joaquim Tomas

"Aqui vale a pena dizer que o financiamento é de uma linha Chinesa e escapam, a certa medida, da competência do governo local, por esta razão avaliou-se a mesma, a cerca de uma semana e conclui-se da necessidade dos Ministérios da Construção e Obras pública e das Finanças equacionarem os pendentes ligados aos atrasos no pagamento" disse.

O governante falava sexta-feira à imprensa no acto de lançamento da obra do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), lembrou que a obra enquadra-se no lote 3 e visa a construção de uma estrada de 27 quilómetros e uma ponte sobre o rio Cambongo, que no seu entender deve ser a prioridade dos projectos integrado, em detrimento do lote1, que prevê a construção de mil e 800 casas e lote 2, versado em infra-estruturas integradas.
 
Prometeu continuar a “pressionar” os referidos ministérios para que se dê prioridade a estrada circular.

"Não me sito folgado em governar uma província cuja sede capital não tenha uma qualidade substancial, pois desde o inicio a minha chegada (Janeiro último) admiti em trabalharmos juntos para diminuir a poeira no Sumbe, a sede capital da província, e a sua resolução passa pela execução das obras integradas", disse.

O Projecto de Desenvolvimento de Infra-estruturas da cidade do Sumbe está a 75 porcento de execução, com término previsto para 2022, e abrange a requalificação (macro-drenagem, saneamento básico) de dois mil e 788 metros de drenagem das águas residuais, dois mil e 281 metros de pavimento, seis mil e 821 metros de lancis e 18 mil e 754 de passeios.
As obras estão a cargo da construtora chinesa CHEC e orçadas em mais de 400 milhões de dólares americanos.

A cidade do Sumbe ocupa uma superfície de 520 quilómetros quadrados e conta com uma população estimada em 242 mil habitantes.
 

Leia também
  • 06/12/2019 19:29:01

    Arranca execução física de projectos inscritos no PIIM

    Sumbe - A construção de um mercado de peixe, duas escolas de sete salas de aula cada, terraplanagem de 36 quilómetros de estrada Eval Guerra/Gungo, no município do Sumbe, província do Cuanza Sul, arrancaram hoje, no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

  • 26/11/2019 03:29:04

    Governo do Cuanza Sul recebe meios para reparação de estradas

    Sumbe - O Instituto de Estradas de Angola (INEA) procedeu segunda-feira, na cidade do Sumbe, a entrega de meios diversos ao governo da província, para reparação e manutenção das estradas do Cuanza Sul, Benguela, Bié e Huambo.

  • 15/11/2019 21:13:21

    Mussende: Governo vai criar grupos de trabalho para acompanhamento das obras do PIIM

    Luanza Sul: Doze grupos de trabalho, um para cada município, serão constituídos na província do Kwanza Sul para acompanhar e monitorar as obras, no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios, informou, hoje, no município do Mussende, o governador provincial, Job Capapinha.