Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

22 Março de 2019 | 10h20 - Actualizado em 22 Março de 2019 | 10h19

Plano urbanístico da Carreira de Tiro prevê auto-construção

Malanje - Os planos urbanísticos dos bairros carreira de tiro I e III, aprovados quinta-feira, em sessão extraordinária do governo da província de Malanje, prevêem o loteamento e distribuição de terrenos para a auto-construção dirigida, visando conferir melhor imagem às referidas zonas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ao avançar a informação, o administrador municipal de Malanje, João de Assunção, disse que para Carreira I está previsto o loteamento e distribuição de 100 terrenos, enquanto para Carreira de Riro II será contemplada com duas mil parcelas de terrenos.

Sem avançar prazos de distribuição dos terrenos, o responsável referiu que, além de residências, estão também salvaguardadas áreas para serviços sociais e de apoio aos futuros moradores, como escolas, esquadras policiais, estabelecimentos comerciais.

Com essa medida, o governo pretende urbanizar os bairros periféricos da cidade de Malanje, através de arruamentos, sinalização e outros aspectos, bem como a requalificação das áreas já construída e demolições das infra-estruturas fora do padrão, cuja tendência é também de se evitar desastres naturais, resultantes das construções anárquicas.

Entretanto, a sessão aprovou iguais planos urbanísticos para o município de Cangandala, a 28 quilómetros a sul da cidade de Malanje, que inscreve iguais acções para determinadas áreas da sede municipal.

Segundo a administradora local, Engrácia Joaquim Ramos, a questão de urbanização do município constitui igualmente estratégia para fazer face as autarquias previstas para 2020, para além de implicar o alinhamento das ruas, numeração das casas e outros factores que contribuem para a melhoria das zonas habitacionais e da qualidade de vida dos cidadãos.

Disse que a administração vai construir uma casa modelo para a autoconstrução dirigida, de modo a evitar desestruturação das residências sociais a serem erguidas no âmbito do plano urbanístico do município.

A sessão extraordinária do governo, a primeira deste ano, analisou e aprovou igualmente os planos urbanísticos dos bairros cangambo e carreira de tiro, na cidade de Malanje, município com o mesmo nome.

Presidida pelo governador provincial, Norberto dos Santos, a reunião orientou igualmente a elaboração de planos directores municipais tendentes ao desenvolvimento infra-estruturais e não só das municipalidades da província.

Os participantes, membros do governo, foram informados sobre a necessidade do estabelecimento do sistema de ordenamento do território e do urbanismo e da sua acção política, que regulam por lei, a execução e aprovação dos instrumentos de gestão territorial.


 

Leia também
  • 09/03/2019 14:00:14

    Projecto de desassoreamento do rio Malanje já em execução

    Malanje - O projecto para o desassoreamento do rio Malanje, a ser executado durante um ano e orçado em 45 milhões de dólares norte americano, teve inicio hoje, sábado.

  • 08/03/2019 19:07:58

    Malanje: Casa da Juventude começou a ser erguida hoje

    Malanje - A construção da Casa da Juventude da cidade de Malanje, orçada em 34 milhões de dólares norte-americanos, iniciou hoje (sexta-feira), numa área de cinco mil metros quadrados do bairro Voanvala, contemplando 14 edifícios em 18 meses de empreitada.

  • 14/02/2019 06:50:11

    Cuando Cubango: Estancamento de três ravinas termina em Junho

    Menongue - O processo de estancamento de três ravinas de grandes proporções no Cuito Cuanavale, a 189 quilómetros a leste de Menongue, capital do Cuando Cubango, termina no próximo mês de Junho do corrente ano, afirmou nesta quarta-feira, o director de obras da empresa Tecnovia Angola, Bruno Marques.