Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

08 Abril de 2019 | 21h49 - Actualizado em 08 Abril de 2019 | 21h49

Catchiungo e Tchinhama ligados por estrada asfaltada

Huambo - A estrada asfaltada que liga a sede municipal do Cachiungo à comuna da Tchinhama, na província do Huambo, num percurso de 78 quilómetros, foi inaugurado hoje, segunda-feira, pelo ministro da construção e obras pública, Manuel Tavares de Almeida.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Estrada asfaltada liga vila do Catchiungo à Tchinhama

Foto: Valentino Yequenha

Designada por estrada comunal 129, é também considerada internacional, porque o seu prolongamento dá acesso a vizinha República da Namíbia, para além de ligar o Huambo às províncias Bié, Cuando Cubango e Huíla, constituindo-se  num dos pressupostos fundamentais no processo de dinamização do desenvolvimento sócio económico da região sul do país.

Orçada em cerca de 58 milhões, 479 mil e 823 dólares norte-americanos, a infraestrutura foi executada em 14 meses, no quadro no Programa de Investimento Público.

Para além dos 78 quilómetros de percurso, construídos numa dimensão de nove metros de largura, a estrada está composta por três pontes sobre os rios que se encontram ao longo do percurso, assim como valas de drenagem, bermas e outros elementos, em conformidade com as normas rodoviárias, como a sinalização.

Durante o periodo da sua execução, a empreitada gerou mais de 400 novos postos de trabalhos, ocupados maioritariamente por jovens da localidade e outras circunvizinhas.

Ao discursar na ocasião , o ministro da Construção e Obras Públicas,  Manuel Tavares de Almeida, elogiou a qualidade da obra, à medida das estratégias de desenvolvimento da província do Huambo.

“É uma infraestrutura extremamente importante que o governo angolano decidiu conceber para a província, de modo a impulsionar as trocas comerciais na regiao, para além de permitir a circulação rápida e segura da população da região”, afirmou.

A governadora do Huambo, Joana Lina, também referiu-se sobre a importância da estrada no desenvolvimento da província, principalmente, para a comuna da Tchinhama.

Disse que o sector na província ainda enfrenta outros problemas que carecessem de resolução urgente a partir dos orgãos centrais como o mau estado da via que dá acesso ao aterro sanitário, a 23 quilómetros do interior da cidade do Huambo, a necessidade da construção de vários anéis para descongestionar o trânsito desta urbe, assim como a melhoria das vias de acesso aos bairros periféricos e das estradas secundárias e terceárias.

No cumprimento da sua visita de trabalho, o ministro Manuel Tavares de Almeida inteirou-se sobre o andamento das obras de reabilitação do troço Cuima (Huambo) e Cusse (Huíla), num percurso de 65 quilómetros, do nivel de propagação da ravina adjacente ao Cemitério Municipal da Caála e do estado da via de acesso ao aterro sanitário.

Leia também