Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

16 Maio de 2019 | 16h42 - Actualizado em 16 Maio de 2019 | 16h41

Inicia combate de ravinas na cidade do Luena

Luena - As obras de estancamento de duas ravinas, das mais de onze que ameaçam destruir a cidade de Luena, localizadas nos bairros 4 de Fevereiro e Zorrô, iniciaram hoje, quinta-feira, após a sua adjudicação aos empreiteiros seleccionados, pelo Ministério da Construção e Obras Públicas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Moxico: Meios técnicos para estancar ravinas do Bairro Zorro e 4 Fevereiro

Foto: kinda kyungu

Moxico: Estancamento da ravina do Bairro Zorro

Foto: kinda kyungu

Sem revelar as dimensões das referidas erosões, o chefe do departamento de monitoramento de obras do Ministério da Construção, Abreu Simão Helena, apontou que a empreitada do bairro 4 de Fevereiro, orçada em três mil milhões, 983 milhões e 795 mil e 200 kwanzas, está a cargo da empresa de construção civil Afavia.

Enquanto isso, acrescentou, os trabalhos de contenção da ravina do bairro Zorrô, a leste da cidade, serão intervencionados pela empresa Engevia e estão avaliados em um bilhão e 198 milhões e 800 mil e 232 kwanzas.

Explicou que as duas obras vão dar emprego temporário a 180 jovens da região, durante os proximos seis meses, tempo da duração dessa empreitada. 

Abreu Simão Helena, garantiu que os trabalhos serão efectuados sem sobressaltos, mesmo em época chuvosa, visto que os empreiteiros contratados possuem maquinarias adaptadas para as duas estações do ano (chuvosa e seca).

O director de obras da empresa Afavia, José Marques, fez saber que os trabalhos vão obedecer a técnicas de engenharia, terraplanagem, bio-engenharia, escavação, aterro, construção de um canal e valas de drenagem.

O também engenheiro de construção civil informou que estão a ser estudados na província do Moxico um total de 11 ravinas, que serão igualmente intervencionadas pelo Ministério da Construção nos próximos tempos.

Satisfeito com a adjudicação das obras, o vice-governador para área técnica e infra-estruturas do Moxico, Manuel Lituai, lembrou que existem no Moxico mais de 20 ravinas em progressão, ameaçando as residências dos populares e infra-estruturas públicas de impacto social e económico.

Leia também
  • 03/11/2018 14:02:52

    Asfaltagem do troço que dá acesso a Escola Politécnica inicia este mês

    Luena - As obras da asfaltagem da estrada que liga a cidade do Luena à Escola Superior Politécnica do Moxico (ESPM), afecta a Universidade José Eduardo dos Santos (UJES), no sentido leste, começam este mês (Novembro), anunciou hoje, sábado, o vice-governador provincial para o sector político, económico e social, Carlos Alberto Masseca.

  • 02/10/2018 18:34:06

    Inquilinos recusam-se ocupar casas nos projectos habitacionais

    Ndalatando - Arrendatários das casas sociais, construídas durante a primeira fase do programa de edificação de 200 fogos habitacionais em nove dos 10 municípios da província do Cuanza Norte, recusam habitar nelas, por falta de serviços sociais básicos, como energia eléctrica, água, saneamento básico, postos de saúde e escolas.

  • 15/09/2018 22:20:30

    Moxico: Governador lança primeira pedra para construção de três projectos de impacto social

    Luena - O governador provincial do Moxico, Gonçalves Muandumba lançou hoje, sábado, no Luena, a primeira pedra para construção de uma passagem hidráulica sobre o rio Luena, a Escola primária do bairro Kwenha, bem como a asfaltagem da estrada que liga a cidade à Escola Superior Politécnica do Moxico.