Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

29 Maio de 2019 | 01h18 - Actualizado em 29 Maio de 2019 | 01h19

Zaire: Estancamento de ravina orçado em mais de AKz 900 milhões

Mbanza Kongo - Novecentos e vinte e quatro milhões, 508 mil e 650 Kwanzas é o valor que será aplicado, em nove meses, para o tratamento e estancamento de uma ravina localizada no bairro 4 de Fevereiro, município de Mbanza Kongo, província do Zaire.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ravinas (ARQUIVO)

Foto: Kinda kyungu

O acto de consignação e adjudicação desta obra de subordinação central, a ser executada pela  empresa “MOTA-ENGIL-ANGOLA”, decorreu nesta terça-feira e foi presidido pela vice-governadora para o sector técnico e infra-estruturas, Ângela Diogo.

A ravina que ameaça “engolir” uma rua e algumas residências na periferia, localiza-se na zona  2 do referido bairro e tem uma extensão de cerca de mil e 200 metros.

O engenheiro da obra, Pedro Manuel Castro explicou, na ocasião, que os trabalhos irão incidir numa área total de cerca de 24 mil metros quadrados, com uma estimativa de movimento de terras de cerca de 250 mil metros cúbicos.

O arranque formal dos trabalhos será assegurado por 50 técnicos, 40 dos quais a serem recrutados localmente, está previsto para dentro de um mês e meio, após o acondicionamento de máquinas e outros meios a serem utilizados.

A fonte disse, por outro lado, que para além do período de execução de nove meses, o contrato prevê também um prazo de monitoria da obra concluída por um ano.

Assinaram o contrato de consignação e adjudicação, o representante da Direcção Nacional das Obras de Engenharia (DNOE) do Ministério das Obras Públicas, Carlos Manuel Antunes, e pelo director executivo da MOTA-ENGIL-ANGOLA, José Barros Rodrigues.

No  mesmo acto foi feita também a consignação e adjudicação do projecto de estancamento  de uma ravina que ameaça destruir o mercado municipal do Nóqui, com uma extensão de 150 metros, a mesma empreiteira, cujos custos estão avaliados em 356 milhões, 437 mil, 952 Kwanzas e 95 cêntimos.

O prazo de execução desta  obra do Nóqui, município que dista a sensivelmente 165 quilómetros a noroeste da cidade de Mbanza Kongo, é também de nove meses, devendo os trabalhos arrancarem dentro de dois meses.

As autoridades administrativas da capital da província do Zaire, Mbanza Kongo, têm o controlo de cerca de cinco ravinas, nos bairros periféricos da cidade, algumas das quais colocam em risco a circulação de viaturas e residências.

 

Assuntos Obras   Província » Zaire  

Leia também
  • 22/04/2019 19:02:49

    Concluídas obras sociais na Caála

    Caála - Depois de terem sido condicionadas, durante três anos, divido a crise económica do país, cinco obras de impacto social foram concluídas no I trimestre deste ano, no município da Caála, província do Huambo.

  • 27/03/2019 16:14:51

    Munícipes agastados com o mau estado da estrada Mbanza Kongo/Cuimba

    Mbanza Kongo - Alguns habitantes do Cuimba manifestaram-se nesta quarta-feira preocupados com a progressiva degradação dos 62 quilómetros da estrada que lida este município a Mbanza Kongo, capital da província do Zaire.

  • 15/03/2019 12:40:26

    Degradação da estrada Mbanza Kongo/Luvo preocupa automobilistas

    Mbanza Kongo - Pelo menos quinze dos 60 quilómetros da estrada que liga a sede municipal de Mbanza Kongo à comuna fronteiriça do Luvo, província do Zaire, necessitam de intervenção urgente.