Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

18 Julho de 2019 | 19h39 - Actualizado em 18 Julho de 2019 | 19h38

Habitação trabalha para realojar famílias das zonas de risco

Sumbe - A ministra do Ordenamento do Território e Habitação, Ana Paula de Carvalho, declarou hoje, na cidade do Sumbe, que o Ministério está a trabalhar em projectos de realojamento de famílias que vivem em zona de risco, de modo a dar-lhes dignidade.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cuanza Sul: Ministra do Urbanismo, Ordenamento do Território e Habitação, Ana Paula de Carvalho.

Foto: Joaquim Tomás

Cuanza Sul: Ministra do Urbanismo, Ordenamento do Território e Habitação promete apoio ao projecto de realojamento.

Foto: Joaquim Tomás

“Vamos trabalhar e concertar com os outros ministérios, para contribuir na melhoria da qualidade de vidas das populações que vivem nestes bairros, criando melhores condições sociais, nos domínios da saúde, educação e saneamento básico e outros” disse, no final da visita a projectos habitacionais que visam realojar cidadãos que residem em zonas de riscos e um assentamento com mais de 500 famílias.

Na comunidade do Cuacra, cerca de 20 quilómetros a nordeste da cidade do Sumbe, a ministra visitou um projecto habitacional onde estão a ser erguidas mil e 700 casas para realojamento de cidadãos que vivem nas encostas e zonas de risco.

Neste projecto,  estão já prontas 500 casas que aguardam pelos primeiros beneficiários.

Este projecto está orçado mais de 186 milhões de dólares norte-americanos e sua construção iniciou em 2018.

A ministra visitou também o projecto habitacional que se destinam ao Ministério do Interior, cujas obras iniciaram em 2017 e estão orçados em 400 mil dólares americanos.

Por fim, a ministra inteirou-se como vivem as 500 famílias assentadas na zona do Atuco, idas das margens do rio Cambongo e Praia, desalojadas devido as cheias.

 A ministra do ordenamento do Território e habitação trabalhou durante dois dias no Sumbe, onde visitou, entre outros, a Centralidade da Quibaúla, um projecto que começou a ser erguido em 2012 e conta com dois mil e 10 fogos.


 

Leia também
  • 18/07/2019 14:07:12

    Cidadãos concorrem em Setembro a centralidade da Quibaúla

    Sumbe - Pelo menos 804 residências estão prontas na Centralidade da Quibaúla, município do Sumbe, província do Cuanza Sul, para entrega em Setembro próximo a trabalhadores da função pública e empresas do sector interessados, anunciou a ministra do Ordenamento do Território e Habitação, Ana Paula de Carvalho.

  • 24/05/2019 22:51:10

    Bié: Andulo distribui lotes para auto-construção

    Andulo - Duzentos lotes de terra para um projecto de auto-construção dirigida estão disponíveis para a população do bairro Esperança, arredores da sede municipal do Andulo, 130 quilómetros a Norte da cidade do Cuito, na província do Bié.

  • 20/03/2019 19:52:10

    Fundo de Fomento Habitacional já tutela centralidades do país

    Dondo - A ministra do Ordenamento do Território e Habitação, Ana Paula de Carvalho, afirmou hoje que a partir deste ano (2019) todos os projectos habitacionais construídos e a ser edificados no país, incluindo as centralidades, antes tutelados pela imobiliária "Imogestin", passam a ser geridos pelo Fundo de Fomento Habitacional (FFH)e pelo Instituto Nacional de Habitação (INH).