Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

27 Setembro de 2019 | 20h08 - Actualizado em 30 Setembro de 2019 | 16h02

Arranca segunda fase das obras na Centralidade do Cuito

Cuito - A segunda fase da construção de 200 novos apartamentos na centralidade Horizonte, localizada nos arredores da cidade do Cuito (Bié), arrancam no último trimestre deste ano, anunciou hoje (sexta-feira), a ministra do Ordenamento do Território e Habitação, Ana Paula de Carvalho.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Governantes avaliam execução de novos projectos no Bié

Foto: Bartolomeu Nascimento

Ao falar à imprensa, em jeito de balanço da visita de dois dias a essa província, a governante assegurou que, neste momento, o material já se encontra no Cuito e as obras, cuja data exacta do início não precisou, deverão estar a cargo da construtora Kora Angola, gestora do projecto.

A referida centralidade contempla residências do tipo T3 em  prédios de quatro pisos, com oito apartamentos cada, e de um e dois pisos, respectivamente. Na primeira fase, decorrida desde finais de 2011 até 2017, foram construídos 2.784 apartamentos de género, todos já habitados.  

Actualmente estão também em pleno funcionamento duas escolas do II ciclo do ensino secundário, com 24 salas de aula e uma outra primária, com 12 salas, jardim-de-infância, dois centros infantis, um centro de saúde, posto policial, entre outros.

Prevê-se erguer, no geral, seis mil moradias numa área de 300 hectares, no âmbito do programa "Meu Sonho, Minha Casa", numa parceria entre a  Kora Angola e o Governo de Angola, sendo que o valor empregue não foi revelado.

Quanto a ampliação da centralidade do Andulo, com 170 apartamentos, das mil previstas inicialmente, a ministra Ana Paula de Carvalho negou o facto, sob alegação de que “na comercialização do primeiro lote verificou-se muitas dificuldades por insuficiência de candidatos, daí não constar das prioridades do sector”.  

A dirigente, que visitou igualmente o projecto de construção dos 500 fogos habitacionais, nos arredores do Cuito, apelou para a urgente necessidade da construção de infra-estruturas sociais no mesmo como unidades sanitárias, escolas, estruturas de energia eléctrica e de água potável, entre outros, visando proporcionar uma qualidade de vida aceitável aos futuros moradores. 

Enquanto isso, o governador  Pereira Alfredo sublinhou que os apartamentos vão minorar a carência de habitação, mormente no seio dos funcionários públicos, apelando a calma aos interessados.  

Quinta-feira, a ministra Ana Paula de Carvalho  trabalhou na povoação de Cangala, município do Chinguar, no quadro da constatação das condições para o lançamento do Programa Nacional de emissão de títulos a favor de camponeses, denominado "Minha Terra".

Leia também
  • 26/09/2019 17:35:37

    Ministra avalia condições para lançamento do Programa "Minha Terra"

    Cuito - A ministra do Ordenamento do Território e Habitação, Ana Paula de Carvalho, trabalha desde hoje (quinta-feira), na província do Bié, onde constata as condições para o lançamento do Programa Nacional de emissão de títulos a favor de camponeses, denominado "Minha Terra".

  • 24/09/2019 11:36:42

    Reposta circulação rodoviária no troço Maria Teresa/Dondo

    Ndalatando - A circulação rodoviária no troço Maria Teresa/Dondo, na estrada nacional n.º 230 que liga capital (Luanda) às províncias do Leste, centro e Sul do país, foi reposta nesta segunda-feira, após 24 horas de interdição devido à realização de trabalhos de reabilitação da ponte sobre o rio Lucala-3.

  • 20/06/2019 18:20:42

    Obras na passagem desnivelada alteram trânsito na Avenida Hoji Ya Henda

    Luanda - O Ministério da Construção e Obras Públicas fará a alteração do trânsito na Avenida Hoji Ya Henda, com início às 8h00 do dia 22 de Junho de 2019, devido à execução dos Muros de Contenção da passagem desnivelada do Caminho de Ferro de Luanda (CFL), no Cazenga.