Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

05 Outubro de 2019 | 17h09 - Actualizado em 05 Outubro de 2019 | 17h09

Cuanza Sul: Falta de britas retarda asfaltagem da EN100

Sumbe - A falta de fornecimento de britas e atraso no pagamento está na base da paralisação dos trabalhos, há um ano, das obras de asfaltagem de um percurso de 18 quilómetros entre a cidade do Sumbe e a comuna do Quicombo (Cuanza Sul), na Estrada Nacional (EN) 100, no lote 3.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Reconstrução de estrada

Foto: José Cachiva

Com vista a apurar as causas e instar uma nova dinâmica, o governador da província do Cuanza Sul, Job Castelo Capapinha, efectuou hoje, sábado, uma visita ao local, onde recebeu explicações do director da empresa China Harbour Engineering Company (CHEC), Fu Chao Mu, sobre o andamento da obra.

 O responsável justificou à imprensa que os trabalhos de terraplanagem terminaram, porém, por avaria dos equipamentos de fabrico da brita e atrasos no pagamento, causaram a paralisação da empreitada.

O responsável escusou-se a revelar o valor financeiro da obra.

Outrossim, assegurou que vão reiniciar as obras a 13 de Outubro, com a preparação da base, sendo que terão 60 dias para asfaltar pelo menos 14 quilómetros, sobretudo nos pontos mais críticos.

A CHEC aponta como constrangimentos neste troço a existência da rede de fibra óptica das empresas Angola Telecom, Unitel-Sa, Movicel e MS Telecom ao longo da estrada, dificultando a escavação e terraplanagem, bem como 18 habitações que devem ser demolidas.

Apontou igualmente como constrangimentos a inexistência de sinalização temporária nos desvios para a segurança do tráfego.

O empreiteiro queixa-se ainda da necessidade da aprovação dos trabalhos nocturnos por parte do dono da obra (INEA), para a execução dos trechos sem desvios, eliminando alguns desvios.

O Governador do Cuanza Sul instou uma maior celeridade sem perder de vista a qualidade das obras, tendo em conta o aproximar da época chuvosa.

A obra no lote 3 iniciou em Março de 2017 com os trabalhos de escavação, contempla a estrada Rio Queve/Sumbe, com o término previsto para Março de 2020.

A obra é fiscalizada pela BDM Engenharia e a DAR Angola como gestora de projectos.

 A província do Cuanza Sul conta com 1.256 quilómetros de estradas primárias asfaltadas.

Leia também
  • 27/08/2019 05:59:23

    População de Kissenguele pede reabilitação da estrada

    Uíge - A população da povoação de Kissenguele, no município do Uíge, pediu segunda-feira a reabilitação da via que liga a localidade à sede municipal, para facilitar o escoamento dos produtos do campo para o mercado.

  • 13/08/2019 12:36:14

    Segunda fase das vias urbanas arranca este mês

    Mbanza Kongo - Vinte quilómetros de vias urbanas começam a ser pavimentados nas seis sedes municipais da província do Zaire a partir deste mês, no âmbito da segunda fase deste projecto lançado em 2014 na região.

  • 18/07/2019 19:39:23

    Habitação trabalha para realojar famílias das zonas de risco

    Sumbe - A ministra do Ordenamento do Território e Habitação, Ana Paula de Carvalho, declarou hoje, na cidade do Sumbe, que o Ministério está a trabalhar em projectos de realojamento de famílias que vivem em zona de risco, de modo a dar-lhes dignidade.