Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

17 Setembro de 2020 | 21h40 - Actualizado em 18 Setembro de 2020 | 09h05

Viaduto do Cazenga é inaugurado sexta-feira

Luanda - O viaduto Luanda/Cazenga, localizado entre os distritos urbanos do Rangel e do Tala-Hady, na capital do país, será inaugurado esta sexta-feira (18 de Setembro).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Viaduto do Cazenga localizado entre os distritos urbanos do Rangel e do Tala-Hady

Foto: Pedro Parente

A empreitada do Ministério das Obras Públicas e Ordenamento do Território, iniciada em Março de 2015, teve um orçamento global de 6. 237. 512. 918. 45 kwanzas.

Com duas faixas de rodagem, a obra dispõe de 0,876 Km de extensão e 7,00 metros de largura em cada um dos sentidos, bermas de 1,00 metro, passeios de 2,00 metros e separador central de 60 centímetros.

Na construção do viaduto, que gerou 250 empregos, foram utilizadas 314 estacas com 118 mm de diâmetro e nove pilares (de sete metros de altura e um metro de diâmetro), além de 40 vigas, com capacidade média para suportar 32 toneladas.

O viaduto absorveu, ainda, 6000 m3 de betão, 3700 toneladas de betume e 500 toneladas de aço.

A empreitada, concluída em Agosto último, visa melhorar a fluidez do trânsito automóvel e encurtar distâncias entre os transeuntes da cidade capital.

Pretende-se com a infra-estrutura, construída no desnivelamento da Avenida Hoji-Ya-Henda, cruzamento do Caminho de Ferro de Luanda (CFL), garantir segurança rodoviária e pôr fim à interferência entre o trânsito rodoviário e ferroviário.

Com este viaduto, o Governo estima que venha a ficar mais facilitada a ligação entre os municípios de Viana e Cacuaco, assim como a ligação ao centro da cidade capital.

Trata-se de uma infra-estrutura que conheceu alguns constrangimentos, devido a problemas financeiros e às negociações para a expropriação de casas construídas ao longo do traçado da obra.

A conclusão da obra, que se previa erguer em 24 meses (conforme o prazo do contrato), anima os munícipes do Cazenga, que esperam ganhos visíveis, depois da sua inauguração.

O automobilista Cristóvão da Conceição afirma que a construção do viaduto vai ajudar a evitar o cruzamentos com o caminho-de-ferro e melhorar a qualidade da mobilidade na capital do país.

Entende, também, que a obra venha a ajudar a redução do tempo de deslocação das pessoas.

Francisca Jacinto e Albertina da Piedade, moradoras do Distrito Urbano do Tala-Hady (Cazenga) e da Terra Nova (Rangel), respectivamente, também se mostram satisfeitas com a obra, porque, "melhorou  a via", até então esburacada e sem iluminação pública.

Já o administrador do Distrito Urbano do Tala-Hady, Simão Ferreira Neto, por sua vez, aponta que os trabalhos de drenagem, sinalização das passadeiras e iluminação no local vieram melhorar e inibir os actos de delinquência naquela localidade.

Sublinha que as comissões de moradores terão a tarefa  de educar as populações e automobilistas, através de campanhas de sensibilização, para que o novo viaduto venha a ser bem conservado.

Além do Viaduto do Cazenga, o Ministério das Obras Públicas prevê construir mais 40 viadutos em Luanda, que já dispõe dos viadutos da Boa Vista, São Paulo, Camama, Deolinda Rodrigues, Camama/Centralidade do Kilamba, Via Expressa ao Cacuaco, Zango, Golf2, Nzamba2.

Em fase de obras está o Viaduro da UGP-Samba/Futungo.

Essas infra-estruturas visam transformar a imagem de Luanda, com a execução de projectos em consonância com o Plano Director de Luanda e as normas da SADC, que estabelecem vias principais com cruzamentos desnivelados.

Assuntos Angola   Província » Luanda  

Leia também