Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

03 Março de 2010 | 12h28 - Actualizado em 03 Março de 2010 | 12h28

Distribuídos mais de sete mil mosquiteiros no município da Kilenda

Kwanza Sul

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Kilenda – Sete mil 430 mosquiteiros foram distribuídos em 22 aldeias do município da Kilenda, província do Kwanza Sul, no âmbito do programa de combate à malária, gizado pela administração municipal.

A informação foi prestada hoje pela administradora municipal da Kilenda, Maria Caímboa, quando falava à Angop sobre o sector da saúde e referiu que a acção vai prosseguir no sentido de fazer recuar a malária, principalmente em mulheres grávidas e crianças.

A fonte informou que o ano transacto foram registados 3.789 casos de malária contra 4.035 em 2008, o que corresponde a uma redução de 246 casos.

Fez saber que especialistas cubanos estão desde o mês de Janeiro último a executar um programa para o combate do vector da malária.

“Este programa vai em grande medida permitir que se reduzam os focos de reprodução dos mosquitos anophelês o principal causador do paludismo”, frisou.

A circunscrição tem dois médicos (internista e clínica geral) e 53 enfermeiros que asseguram a assistência médica. Possui um centro de saúde e três postos médicos.

O município da Kilenda, com cerca de 200 aldeias, tem uma população estimada em 99 mil habitantes.

Leia também