Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

05 Janeiro de 2015 | 09h00 - Actualizado em 07 Janeiro de 2015 | 08h17

Angola: Hospital Pediátrico regista redução de casos de meningite

Luanda - O Hospital Pediátrico "David Bernardino" registou uma redução de 260 casos de meningite em 2014 em relação ao ano anterior, informou nesta segunda-feira, em Luanda, a sua directora clínica, Elsa Gomes.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Edificio do Hospital David Bernardino

Foto: Francisco Miúdo

Em declarações à Angop, a responsável fez saber que a redução deveu-se ao programa de vacinação e as campanhas de sensibilização, bem como a introdução em 2013, da vacina pneumo 13.

Referiu que de 2012 a 2013 eram atendidos uma média de 300 casos por ano, depois da introdução da vacina registou-se uma redução para 40 casos em 2014.

“Em 2013 foi introduzida a vacina - pneumo 13 - no calendário de vacinação, e faz parte de uma intervenção estratégica do Programa Nacional de Desenvolvimento Sanitário (PNDS) até ao ano 2025, elaborada para acelerar a redução da mortalidade infantil", lembrou.

Sublinhou que a vacina visa imunizar contra a pneumonia, meningite e infecções de ouvido e é ministrada sob a forma intramuscular, em três doses intercaladas (dois, quatro e seis meses de idade).

Elsa Gomes considerou as vacinas como ferramentas vitais para proteger a vida das crianças e dar-lhes a oportunidade de crescer e se tornarem adultos saudáveis e produtivos que contribuam para o desenvolvimento económico do país.  

A directora clínica informou que por dia o hospital observa 260 crianças, sendo que ficam internadas em média 50.

Salientou que a principal causa de internamento deve-se a anemia severa que lidera com 6.786 casos registados e 89 óbitos o ano passado, seguido da malária com 2.610 casos e 194 óbitos, doenças respiratórias agudas com 2.503 com 245 mortes.

Reforçou que os dados estatísticos de 2014 em relação ao ano a 2013 foram melhores, sabendo-se que em média morrem 3 a 4 crianças dia, embora ainda seja uma estatística muito alta, pelo que os profissionais de saúde continuam a trabalhar para reduzir a mortalidade.

Segundo a responsável, umas das principais causas da mortalidade é a chegada tardia dos doentes, sendo que 50 a 60 porcento deles morrem 48 horas após os primeiros socorros.

A médica aclarou que o número de crianças internadas o ano transacto é menor em relação ao de 2013. “Em 2013 internamos uma média de 70 crianças, ao contrário de 2014, em que foram apenas 50 crianças, tudo fruto da instituição porque existe uma rede periférica que começou a funcionar melhor”, afirmou.

Para o ano de 2015, o Hospital Pediátrico "David Bernardino" perspectiva melhorar os dados estatísticos, colaborar com as instituições da rede periférica na formação dos profissionais capazes de identificar as situações de emergência, redinamizar o programa de vacinação, bem como incrementar a formação permanente.

Elsa Gomes explicou que a meningite é uma inflamação das meninges, que são as membranas que envolvem o cérebro. Existem diversos tipos de meningite, e para cada um deles há causas e sintomas específicos.

A maioria dos casos de meningite é provocada por vírus ou bactérias, mas a doença também pode ser transmitida via fungos.

Outros factores também podem desencadear um quadro de meningite, como alergias a determinados medicamentos, alguns tipos de câncer e também inflamações.  

Assuntos Enfermidade  

Leia também
  • 30/11/2018 17:09:19

    Autoridades sanitárias prometem combater casos de sarna no Tuku

    Mbanza Kongo - O chefe de secção da saúde pública no município de Mbanza Kongo, província do Zaire, Nelbarte Brito João, assegurou nesta sexta-feira a prontidão das autoridades sanitárias locais em combater alguns casos isolados de sarna que assolam os habitantes da aldeia do Tuku, situada a 12 quilómetros da cidade capital.

  • 05/09/2018 12:25:42

    Capacitação contínua de enfermeiros ajuda a reduzir mortalidade infantil

    Luanda - A capacitação contínua dos enfermeiros é uma das ferramentas importantes para ajudar a reduzir a mortalidade infantil no país, defendeu hoje, quarta-feira, em Luanda, a coordenadora do Programa de Apoio ao Sector da Saúde (PASS II), Rosa Moreira.

  • 17/08/2018 19:51:37

    Técnicos prontos a responder em caso de Ébola no país

    Luanda - Os técnicos de vigilância epidémicas de resposta rápida à doenças por vírus Ébola terminaram, hoje (sexta-feira), em Luanda, o seminário de capacitação em matéria de prevenção e actuação em caso de qualquer situação epidémica no país.

  • 21/06/2018 14:37:07

    Saúde reforça sensibilização para prevenção da tuberculose

    Cuito - Para se reduzir a disseminação da tuberculose, o gabinete provincial da saúde na província do Bié continua a esclarecer as famílias sobre os sinais e sintomas, encorajando as famílias a procurarem uma unidade sanitária mais próxima, em caso de suspeita no seio familiar.