Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

07 Dezembro de 2017 | 19h24 - Actualizado em 07 Dezembro de 2017 | 19h24

ANASO oferece bens alimentares ao centro de acolhimento Ana Jetu

Luena - Um lote de bens alimentares diversos foram doados hoje, quinta-feira, no Luena, ao centro de acolhimento de menores denominado Ana Jetu, que protege actualmente 20 crianças com idades entre 10 a 15 anos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Moxico: ANASO, oferece bens alimentar ao Lar Anajetu e ao Hospital Sanatório

Foto: kinda kyungu

Doação de bens alimentares ao Lar Ana jetu e ao Hospital Sanatório

Foto: kinda kyungu

A iniciativa é da Rede Nacional das Organizações de Luta contra o Sida (ANASO), com apoio do músico angolano C4 Perdo, que ofereceu sumos, bolachas e doces, segundo informou à Angop o ponto focal da ANASO na província, David José.

Informou que gesto igual foi efectuado para os 26 pacientes internados no Hospital Sanatório Provincial, cuja actividade enquadra-se na jornada comemorativa ao Dia Mundial de Luta Contra a Sida (1 de Dezembro).

O Centro de Acolhimento Ana Jetu, situado no bairro Mandembué, arredores do Luena, acolhe crianças vulneráveis somente do sexo masculino, rejeitados pelas famílias, alguns acusados de feitiço e outros por serem órfãos.

O centro ocupa-se em mudar o comportamento dos menores, dando educação, lazer e afectividade. Porém, actualmente o centro vive de doações, estando a viver neste momento inúmeros problemas, como a falta de alimento, vestuário e assistência médica.

Leia também
  • 05/11/2018 22:22:19

    Igreja pede ao Governo melhorias na assistência médica nos hospitais

    Cuito - Os fiéis da IEIA (Igreja Evangélica dos Irmãos em Angola) na província do Bié, pediram ao Governo local, maior intervenção quanto a melhoria da assistência médica e medicamentosa e humanizado nas unidades sanitárias, sobretudo no hospital central.

  • 01/11/2018 12:05:05

    Cancro da mama assusta mulheres e exige resposta rápida

    Luanda - Os números assustam os especialistas no país, mas a resposta é cada vez mais urgente para travar a incidência do cancro da mama. O caso não é para menos: cinco em cada 70 mulheres consultadas em Angola são diagnosticadas com esta patologia silenciosa.

  • 01/11/2018 00:42:07

    Defendida criação de um centro oncológico do Moxico

    Luena - A criação de um centro de oncologia na província do Moxico, para realização de diagnóstico de cancro e respectivo tratamento, foi defendida esta quarta-feira, em Luanda, pela psicóloga do Hospital Geral local Moxico, Ilda Uketé.

  • 30/10/2018 01:46:54

    Moxico regista diminuição de casos de malária

    Luena - Vinte e dois mil e 777 casos de malária foram diagnosticados no terceiro trimestre deste ano, pelas instituições sanitárias da província do Moxico, menos três mil e 366 em comparação ao igual período de 2017.